5 séries de época para ir além do básico

Elisabete Alexandre

The Crown, Vikings, Downton Abbey, são muitas as séries de época que já conhecemos e adoramos. Mas, além dessas, há muitas outras igualmente incríveis e que não recebem, digamos, a devida atenção. A fim de te tirar desse looping mainstream, listei 5 séries de época que talvez você ainda não conheça e que valem cada minuto dispensado para assisti-las. Sem contar que elas são verdadeiras aulas de história.

Boardwalk Empire

Série original HBO, fala sobre o período da Lei Seca nos EUA. O primeiro episódio, dirigido por Martin Scorsese, se passa no dia em que a lei entra em vigor, em janeiro de 1920, e foi a maior audiência do canal em uma estreia desde Deadwood. Boardwalk Empire tem um elenco de peso, protagonizada por Steve Buscemi (Cães de Aluguel), ainda conta com nomes como Michael Pitt (Os Sonhadores) e o ótimo Michael Shannon (Animais Noturnos). São 5 temporadas, totalizando 56 episódios, e foi ao ar entre 2010 e 2014.

The Knick

Dirigida por Steven Soderbergh (Traffic), The Knick é uma série original Cinemax protagonizada por Clive Owen (Closer) que se passa no de 1900, em Nova York, ambientada em um hospital chamado Knickerbocker, o The Knick. A produção é incrível, os cenários, o figurino, mas o que chama bastante atenção são as referências com fatos históricos. O próprio hospital existiu de verdade e até o personagem de Owen, o Dr. John Thackery, é inspirado no cirurgião William Stewart Halsted, conhecido, entre muitas outras coisas técnicas, pela mastectomia radical. Infelizmente a série tem apenas duas temporadas com 10 episódios cada.

Peaky Blinders

No ar desde 2013, essa série da BBC já teve 4 temporadas com 6 episódios cada (os formatos de séries britânicas são diferentes das americanas, elas normalmente têm menos episódios e suas temporadas não necessariamente vão ao ar em anos subsequentes). Desenvolvida pelo roteirista britânico Steven Knight (Aliados), Peaky Blinders acompanha a vida da gangue homônima durante o começo dos anos 1900 na cidade de Birmingham, Inglaterra. Aqui, fatos históricos também estão envolvidos, os Peaky Blinders realmente existiram e, inclusive, ficaram conhecidos pelas lâminas que carregavam em seus chapéus, como é mostrado na série. Muito bem produzida, com elenco incrível (Cillian Murphy, Tom Hardy e Adrien Brody, apenas para citar alguns), cenários que te inserem na época em que se passa a história, figurino de dar inveja e trilha sonora moderna, fazendo o contraponto, Peaky Blinders é aula de cinema e TV.

Mob City

Com apenas uma temporada de 6 episódios, essa série original TNT de 2013 conta a história real do conflito entre o departamento de polícia de Los Angeles e a máfia durante os anos 40, conhecido como o período noir de L.A. O roteiro tem como base o livro de John Buntin chamado L.A. Noir: The Struggle for the Soul of America’s Most Seductive City (L.A. Noir: A Luta pela Alma da Cidade mais Sedutora da América, em tradução livre), que fala de uma das épocas que mais despertam a curiosidade das pessoas, a que envolve gângsters. Rostos conhecidos fazem parte do elenco, como Jon Bernthal (The Walking Dead) e Milo Ventimiglia (This is Us), uma pena que o alto custo de produção da série pesou e o canal optou pelo cancelamento.

Taboo

Londres, 1814, James Delaney retorna à cidade para o funeral do pai, após passar anos no continente africano e ser considerado como morto. Todos os habitantes o olham como se ele fosse um fantasma, uns por superstição, outros porque realmente preferiam que ele estivesse morto, inclusive a própria coroa britânica. Criada por Steven Knight (sim, o mesmo de Peaky Blinders), Taboo foi escrita por Tom Hardy (que também interpreta o protagonista) e seu pai, Edward Hardy e, mesmo sendo um drama de ficção, há muitos elementos com inspirações em fatos históricos, como a disputa por um pedaço de terra chamado Nootka Sound. A primeira temporada da série estreou no começo de 2017, teve 8 episódios e já foi renovada para uma segunda temporada, ainda sem data de estreia.

E para você, qual a série de época que merece estar numa segunda lista? Deixe nos comentários.

Comente pelo Facebook