A CASA SILENCIOSA (Crítica)

A CASA SILENCIOSA

4estrelas

FICHA TÉCNICA

Título Original: Silent House
Ano do lançamento: 2012
Produção: EUA e França
Gênero: Suspense, Terror
Direção: Chris Kentis, Laura Lau
Roteiro: Gustavo Hernandez, Laura Lau
Classificação etária: 14 Anos

Sinopse: A jovem Sarah (Elizabeth Olsen) está presa em uma antiga casa de campo da família. Ela, seu pai John (Adam Trese) e seu tio Peter (Eric Sheffer Stevens) estão reformando o imóvel para colocar à venda. Quando os dois homens entram em uma discussão, Peter resolve descansar e ir até a cidade, deixando Sarah e seu pai sozinhos na casa. Aos poucos, a jovem começa a perder o contato com o mundo exterior, aterrorizada por acontecimentos estranhos.

Por Kadu Silva

Muito mais que parece

A CASA SILENCIOSA01

Acho bem complicado escrever sobre esse filme, afinal se eu falar muita coisa posso soltar spoilers e estragar o privilegio de ver e de certa forma se surpreender no final.

Esse longa-metragem é uma refilmagem de um filme Uruguai e chamou atenção da crítica pelo roteiro e pela forma de filmar em plano sequência do começo ao fim. Isso mesmo o filme é feito em um só take e mesmo assim consegue sustentar muito bem a ideia.

Na trama a jovem Sarah (Elisabeth Olsen), junto com o seu pai John (Adam Trese) e seu tio Peter (Eric Sheffer Stevens) estão numa antiga casa de campo da família. E eles estão reformando o imóvel para colocar a venda. Logo após uma discussão dos dois homens, Peter resolve ir até a cidade, deixando Sarah e seu pai sozinhos na casa. Desse momento em diante Sarah começa a ver e sentir coisas estranha na casa, deixando a fora de si.

Isso é o mínimo que posso dizer, e já deixo alerta, cuidado se vocês forem ler algo sobre o longa-metragem, porque qualquer frase a mais pode tirar a surpresa do filme.

Não conferi o longa uruguaio então não vou fazer comparações, mas lembro que muitas pessoas gostaram. Nesse pelo que ouvi a trama foi melhor edificada, facilitando a compreensão da história.

O roteiro foi escrito por Laura Lau e Gustavo Hernandez (que dirigiu o original). Para quem não sabe o filme foi baseado em fatos reais que ocorreram no interior do Uruguai em 1944, e seu grande mérito é conseguir desenvolver um trama que parece terror, suspense e drama tudo junto e no tom certo e ainda com reviravoltas impressionantes.

A CASA SILENCIOSA02

O fato de Chris Kentis e Laura Lau filmarem em um plano sequência assim como ocorreu no original, dificulta ainda mais todo o roteiro que teve que ser bem definido e muito ensaiado pelo elenco para que todo o clima de tensão ficasse realmente forte e presente na narrativa.

E os diretores capricharam na direção que em algumas ocasiões lembra a Bruxa de Blair e até Atividade Paranormal quando assume a posição da visão da protagonista, fato que poderia diminuir a qualidade da fita, mas pelo contrário essa solução deixa ainda mais sombrio e assustador o desenrolar da história.

O filme ainda se destaca por conter somente 5 atores e mesmo assim conseguir sem cortes mostrar todos e desenvolver todos de forma bem interessante. Lógico que grande parte do filme é dedicado a protagonista, afinal é nela que está o grande X da questão.

E a atriz Elizabeth Olsen que faz a Sarah está ótima no papel, sabendo criar o clima de angustia que a personagem está vivendo por não conseguir dominar o que vai acontecendo na casa. Os outros fazem papeis menores, mas mesmo assim estão bem.

Por não poder falar muito mais, quero apenas dizer que se você gosta de filme de suspense como eu, vai gostar muito, afinal o filme é muito bem filmado, pensado e principalmente tem um final que pode te surpreender o que já vale muito a pena. O Ccine recomenda muito essa refilmagem americana.

DESTAQUE

Para a trilha sonora que está quase ausente no decorrer do filme, mas quando aparece é muito importante para causar calafrios.

A CASA SILENCIOSA03

TRAILER

Comente pelo Facebook