A MULHER DE PRETO 2 – ANJO DA MORTE (Crítica)

2885_361 2885 4089 640x940

2estrelas

Por Pedro Vieira

CONTINUAÇÃO DE TERROR BRITÂNICO NÃO IMPRESSIONA E NEM ASSUSTA

A MULHER DE PRETO 203

O aspecto que mais chamava a atenção em “A Mulher de Preto” é o modo como o filme conseguiu trabalhar em cima da já batida fórmula “casa mal-assombrada e fantasmas de mulheres muito alvas”, sem parecer tão batida, enganando o público durante a montagem e o pegando de surpresa para gerar sustos. Isto dava ao filme um aspecto singular e até causava medo. Já a sua continuação não consegue utilizar os mesmos recursos e o filme deixa de surpreender.

“A Mulher de Preto 2 – Anjo da Morte” (Woman in Black: Angel of Death) é tão previsível quanto qualquer filme de terror comum, e em sua busca para gerar medo e susto a todo custo, a direção de Tom Harper acaba por tomar escolhas fáceis, sem conseguir alcançar seu objetivo.

Em uma história que se passa 40 anos após o longa original, durante a Segunda Guerra Mundial, algumas crianças refugiadas são levadas para uma mansão no interior da Inglaterra (a mesma do primeiro filme). Lá, Eve Parkins (Phoebe Fox), a professora das crianças, descobre que o espírito de uma mulher assombra o lugar e mata os jovens que por lá residem.

Por utilizar novos personagens, algumas situações do filme anterior se repetem: Eve tem que ir buscar respostas a fim de entender o porquê a fantasma está ali e tentar acabar com a onda de mortes, assim como o protagonista da trama predecessora. Não há muito a se contar sobre a mansão e sua antiga residente além de um detalhe ou outro, com Eve apenas descobrindo aquilo que o público do original já deve saber. As coisas apenas ficam mais fáceis para aqueles que não assistiram ao primeiro filme, uma vez que este longa, por dar as mesmas respostas, pode ser assistido sem problemas pelos desinformados.

A MULHER DE PRETO 201

Por essa escassez do que mostrar em relação ao seu objeto de foco, o roteiro tenta se preencher com os dramas pessoais de cada um dos personagens principais – como o passado conturbado da corajosa mocinha. Não que isto se torne o foco do filme: na verdade não há muito espaço para o desenvolvimento dessas histórias mais intimistas no meio de toda a trama, mas pelo menos o roteiro torna aquele universo mais verossímil, assim como as atitudes de suas personagens.

As atuações palpáveis de Fox e seu parceiro Jeremy Irvine (que faz o interesse amoroso da protagonista) também se apresentam como um auxílio ao filme, ainda que seja Helen McCrory, no papel coadjuvante de diretora da escola das crianças, aquela que possua a atuação mais perspicaz e sensível de todo o longa – uma pena que sua personagem tenha um espaço tão limitado.

Ainda assim, falta ousadia e sensibilidade na produção em geral. A fotografia derrapa por filmar cenas muito escuras, nas quais quase fica impossível distinguir um objeto ou pessoa, e logo depois contrapô-las com cenas mais claras a luz do dia – o que causa até mesmo um choque visual nos olhos do espectador. A escolha dos planos e movimentos de câmera são todos batidos, e o filme não causa a impressão que deveria. Desse modo, “A Mulher de Preto 2” torna-se uma produção que é apenas mais do mesmo e que não possui eficácia para cativar aqueles que gostam de um bom terror.

A MULHER DE PRETO 202

SINOPSE

Durante a Segunda Guerra Mundial, um bombardeio destrói a cidade de Londres, forçando diversas crianças a buscarem abrigo em cidades menores da Inglaterra. Edward é uma destas crianças traumatizadas, que acaba de perder os pais e não pronuncia uma palavra sequer. Ele é acolhido pela governanta Jean e pela professora Eve na Mansão do Pântano. O abrigo está caindo aos pedaços, mas serve como refúgio ao pequeno grupo. Aos poucos, no entanto, uma série de acontecimentos assustadores passam a afetar os novos hóspedes.

DIREÇÃO

[do action=”cast” descricao=”Tom Harper ” espaco=”br”]Tom Harper[/do]

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Jon Croker
Título Original: The Woman in Black: Angel Of Death
Gênero: Terror
Duração: 1h 38min
Ano de lançamento: 2014
Classificação etária: 14 Anos

TRAILER

Comente pelo Facebook