A Primeira Noite de crime (Crítica)

Kadu Silva

Chegando num momento perigoso

Uma das franquias mais controversas da atualidade, “Noite do Crime”, chega com um novo longo. É um prelúdio que explica a origem dos acontecimentos que conhecemos dos três primeiros projetos, intitulado de “A Primeira noite de Crime”.

No filme o novo partido político, New Founding Fathers of America, anuncia um experimento social, são 12 horas sem lei, em que o governo incentiva as pessoas a perder o pudor violento e extrapolar no outro, sem temer qualquer punição. A participação não é obrigatória, mas o estimulo de 5000 dólares é dado a quem fica na cidade e o prêmio pode aumentar se o cidadão participar, mas as coisas não saem como planejado, já que o interesse real sobre o experimento é bem mais obscuro que todos imaginavam.

O roteiro tem acertos e alguns equívocos, dentre os acertos ele consegue colocar em pauta diversas questões sociais para reflexão como: a ineficiente distribuição de renda, o racismo entre outros, no entanto, o longa acaba caindo numa formula clichê de obras de gangues e se perde na tentativa de criar no público uma identificação com a analogia que o filme busca apresentar, que é exatamente retratar a política exercida pelo atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, mas que é também facilmente identificada em outras regiões do globo (infelizmente), tudo se torna superficial.

Essas gangues tiram o protagonismo de uma só personagem, o que não seria ruim se a montagem conseguisse estabelecer uma conexão entre as subtramas de forma fluida e o que não acontece no filme, além disso, o existem uma falha em criar o clima tenso e violento, bem próximo do terror que os outros três filmes realizaram com tranquilidade. Toda a explosão do caos só acontece na parte final da história e isso causa um distanciamento da narrativa, o que chamamos da famosa barriga cansativa tão comum em vários projetos.

Infelizmente outro “problema” é uma falta de um ator carismático que consiga carregar à atenção a história, isso não quer dizer que o elenco é ruim, eles conseguem entregar uma boa interpretação dos seus personagens dentro da trama, só não tem a presença cênica forte e marcante que faz falta em determinados momentos.

A primeira noite de crime além de certos equívocos em sua concepção chega num momento bem perigoso no Brasil e no mundo, pois ele pode despertar em mentes radicais ideias pouco saudável num momento tão intolerante como vivemos hoje.

Pôster de divulgação: A Primeira Noite de crime

Pôster de divulgação: A Primeira Noite de crime

SINOPSE

Quando um novo partido político, o New Founding Fathers of America, ascende, é anunciado um novo experimento social. São 12 horas sem lei, em que o governo incentiva as pessoas a perderem toda e qualquer inibição. A participação não é obrigatória, mas como estímulo, 5.000 dólares é dado para quem fica na cidade, e mais prêmios para quem participa.

DIREÇÃO

Gerard McMurray Gerard McMurray

FICHA TÉCNICA

Roteiro: James DeMonaco
Título Original: The First Purge
Gênero: Suspense
Duração: 1h 38min
Classificação etária: 18 Anos
Lançamento: 27 de setembro de 2018 (Brasil)

Comente pelo Facebook