ALIEN O OITAVO PASSAGEIRO (Crítica)

ALIEN O OITAVO PASSAGEIRO

5estrelas

FICHA TÉCNICA

Título Original: Alien
Ano do lançamento: 1979
Produção: Reino Unido, EUA
Gênero: Ficção científica, Terror, Suspense
Direção: Ridley Scott
Roteiro: Dan O’Bannon e Ronald Shusett
Classificação etária: 14 Anos

Sinopse: Uma nave espacial, ao retornar para Terra, recebe estranhos sinais vindos de um asteróide. Ao investigarem o local, um dos tripulantes é atacado por um estranho ser. O que parecia ser um ataque isolado se transforma em um terror constante, pois o tripulante atacado levou para dentro da nave o embrião de um alienígena, que não para de crescer e tem como meta matar toda a tripulação.

Por Kadu Silva

ALIEN O OITAVO PASSAGEIRO03

Porque alguns diretores acabam saindo do anonimato e se tornam estrelas? Acredito que isso se deve ao pioneirismo de seus primeiros passos na sétima arte, quando geralmente os mestres não estão “viciados” pela industria e pelo jeito padrão que os estúdios acabam tentando impor em busca de grandes bilheterias. Temos vários exemplos na história do cinema, um deles, sem dúvida é Ridley Scott que é o que é hoje em dia, devido a Blade Runner – O Caçador de Andróides e principalmente a Alien o oitavo passageiro que impulsionariam a carreira dele para o hall dos grandes diretores pela inovação estética e principalmente pela condução de uma ficção cientifica mais adulta e crível se diferenciando de tudo que até então havia sido produzido nesse área, um marco que virou referencia e até hoje é usado em filmes que buscam o mesmo clima que Ridley conseguiu em Alien.

E a história é simples, mas de um primor em seu roteiro. Conta como um grupo de tripulantes que estava voltando para a terra na nave Nostromo que trazia mineiros para a Terra, acaba sendo interrompida por um chamado estranho, fato que tirou o grupo do caminho, os levando para um local desconhecido. Chegando lá se deparam com uma nave abandonada. A curiosidade dos tripulantes impulsiona 3 deles para uma pequena exploração nessa nave e chegando até lá encontram um fóssil de alguma criatura estranha, além de uma porção de ovos que aparentam conter alguma criatura viva. Essa descoberta é o inicio de uma serie de acontecimentos que vai transformar essa jornada numa tensa busca pela sobrevivência.

O roteiro foi desenvolvido por Dan O´Bannon e Ronald Shusett e a dupla, mesma antes de concluir o trabalho começou uma busca por algum estúdio em Hollywood para dar vida ao filme, o nome que tinham em mente para direção era Roger Corman o famoso “rei dos filmes B”, mas ao conhecer Walter Hill – que era muito ligado a Fox, trouxe um nova perspectiva para eles, pois os associados gostaram do roteiro, e juntos modificaram algumas passagens, incluíram novos personagens e aprimoraram os diálogos, mas ainda assim a Fox mantinha essa projeto na geladeira devido ao medo de investir numa ficção cientifica. O que fez a diferença foi o sucesso de Guerra nas Estrelas em 1977, o que transformou o gênero em algo popular e principalmente lucrativo.

A partir desse momento a Fox investiu no filme, o nome inicial que eles escolheram para direção era Walter Hill mas ele não pode aceitar por outros compromissos, então os associados preferiram um diretor novo e assim Ridley Scott ganhou o posto – o diretor havia impressionado todos na Fox com o seu primeiro filme Os Duelistas e assim Ridley entrou de cabeça no projeto. Por ser um grandes design (sua profissão) seu primeiro passo foi criar todo o storyboard detalhado, mostrando toda a concepção visual da nave e das roupas espaciais, já nessa fase Ridley impressionou a Fox que acabou dobrando a verba inicial para o projeto.

ALIEN O OITAVO PASSAGEIRO02

Ridley chamou vários profissionais de primeira linha, a equipe de direção de arte chefiada por Roger Christian fez uma trabalho fenomenal – todo o detalhes dos cenários do interior da nave foram pensados e desenvolvidos para dar a sensação de algo mais antiga, para isso usaram peças de avião velhos e as cenas todos foram feitas ali para passar ainda mais a sensação de claustrofobia pensada pelo diretor.

Vieram outros profissionais ótimos o fotografo, o compositor da trilha sonora que por sinal tem uma curiosidade, sua primeira versão para o filme foi rejeitada, pois os produtores não acharam o suficientemente assustadora para usar no longa, mas ainda assim sua segunda versão acabou agradando a ponto de ter uma indicação ao Globo de Ouro e ao Bafta. Outro grande destaque é o da mixagem de som que impressiona visto a qualidade que ainda hoje tantos anos passados é um primor de bom gosto de grande técnica e principalmente alinhamento com o contexto do projeto.

E para completar tem o ótimo elenco que contou com grandes nomes e uma novata, Sigourney Weaver a última a ser escolhida para o personagem, pois na versão inicial do roteiro, esse personagem seria um homem, que acabou sendo modificado para um mulher e Ridley buscou um novo rosto para lançar ao estrelato e de fato após sua grande atuação Weaver se tornou uma famosa e disputada atriz em Hollywood.

Como se vê Ridley Scott, já nos primeiros passos se mostra um exímio diretor, que cuida de todos os detalhes com grande competência para que a execução saia o mais próxima do que ele pensou. Seu grande “faro” estético ajudou para que o filme tivesse um caráter mais sério. E a escolha de misturar a ficção cientifica com o terror deu uma renovada no gênero e ainda trouxe uma nova linguagem de como causar medo na plateia. Pois o diretor por achar que não conseguiria desenvolver um Alien verdadeiramente repugnante e assustador, optou por deixar que sua imagem nascesse da imaginação do espectador, fato que só aumentou ainda mais todo o clima tenso e aterrorizante para a trama. Outro detalhe que qualifica ainda mais o longa é o modo em que os acontecimentos se passam na trama, na narrativa de Ridley vai aumentando a intensidade aos poucos e o ritmo segura o espectador do começo ao fim.

Alien o oitavo passageiro é um marco no cinema, é um filme imperdível por todos os detalhes já citados e principalmente por trazer para o estrelato esse diretor que mesmo tendo altos e baixos em sua carreira, mostra aqui como é possível misturar gêneros diferentes de forma extremamente competente, um verdadeiro show em cada detalhe de sua concepção.

ALIEN O OITAVO PASSAGEIRO01

PRÊMIOS

OSCAR
Ganhou: Melhores efeitos visuais

Indicação: Melhor direção de arte

GLOBO DE OURO
Indicação: Trilha Sonora

BAFTA
Ganhou: Melhor desenho de produção e Trilha Sonora

Indicação: Atriz revelação – Sigourney Weaver, Ator coadjuvante – John Hurt, edição e figurino.

TRAILER

Comente pelo Facebook