AMORES URBANOS (Crítica)

Emílio Faustino

Tendo São Paulo como plano de fundo, “Amores Urbanos” questiona o tempo que dura a juventude em meio a encontros e desencontros amorosos

Três amigos, Diego (Thiago Pethit), Júlia (Maria Laura Nogueira) e Micaela (Renata Gaspar) estão no auge de suas vidas, revelando suas personalidades, experimentando desilusões amorosas e procurando a carreira ideal.

Eles moram no mesmo prédio de São Paulo e compartilham diariamente suas experiências, fracassos e conquistas.

Este é o ponto de partida do filme dirigido por Vera Egito, que consegue captar muito bem o ritmo pulsante da metropole paulistana, bem como as relações que são estabelecidas em meio a ela.

Com uma fotografia de muito bom gosto, abusando de câmeras fixas e variando entre planos abertos e mais fechados, o filme cria a sensação no telespectador de que na verdade ele está espiando cenas do cotidiano e não vendo um filme em si.

O mérito dessa impressão de naturalidade também está no roteiro que dispensa o uso de frases de efeito que as pessoas anotam para depois postar no Facebook, tudo ali parece algo crível e familiar para quem conhece a rotina paulistana.

Passando por temas densos como aborto, rejeição familiar e a dificuldade de se assumir para a sociedade, o filme mostra com uma certa leveza que independente da orientação sexual das pessoas, todos sofremos de alguma forma quando o assunto é relações interpessoais.

O tipo de filme que dificilmente as pessoas sairão sem se identificar de alguma forma. Sem dúvida uma ótima opção para quem quer fugir dos Blockbusters do cinema como Capitão América – Guerra Civil e X-men – Apocalipse, que inclusive estreia no mesmo dia, 19 de maio.

Poster Amores_Urbanos_ALTA

SINOPSE

Três amigos, Diego (Thiago Pethit), Júlia (Maria Laura Nogueira) e Micaela (Renata Gaspar) estão no auge de suas vidas, revelando suas personalidades, experimentando desilusões amorosas e procurando a carreira ideal. Eles moram no mesmo prédio de São Paulo e compartilham diariamente suas experiências, fracassos e conquistas. Rindo ou chorando, eles estarão juntos.

DIREÇÃO

[do action=”cast” descricao=”Vera Egito” espaco=”br”]Vera Egito[/do]

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Vera Egito
Título Original: Amores Urbanos
Gênero: Comedia dramática
Duração: 1h 58min
Ano de lançamento: 2016
Classificação etária: 14 Anos
Lançamento: 19 de maio de 2016 (Brasil)

Comente pelo Facebook