APOSTA MÁXIMA (Crítica)

APOSTA MAXIMA2

3emeio

Por Emílio Faustino

APOSTA MAXIMA02

Bom seria se o roteiro, a atuação ou a direção de “Aposta Máxima” honrasse o nome da obra. O que vemos no longa dirigido por Brad Furman (O Poder e a Lei), é uma história pra lá de previsível, que está longe de ser ousada, inovadora ou qualquer coisa que se possa esperar de um diretor em ascensão.

Vale lembrar que Brad Furman conseguiu chamar a atenção da crítica com “Em Busca da Justiça” (2007), produção de baixo orçamento. Na sequência, impressionou com “O Poder e a Lei” (2011). Dessa vez o que vemos é uma história “Ok”, sem maiores destaques ou pontos negativos.

Se existe alguma oposta no filme por parte do diretor é no capital erótico da dupla de protagonistas: o astro da música pop Justin Timberlake e o ator galã (e futuro Batman) Ben Affleck. Que sem dúvida devem atrair muita gente ao cinema interessada em ver os dois em ação.

Nota sobre a atuação da dupla: Foi “ok”, nada expressivo que seja digno de nota ou que tenha sido excessivamente ruim que comprometa a história. Na verdade para ser justo, não seria nenhum excesso concluir que entre os cantores que se aventuram no cinema, Justin Timberlake é o que consegue melhor dar conta do recado.

Agora vamos à história:

O novo filme de Furman traz Justin Timberlake como Richie Furst, um homem cuja vida está cercada pelas apostas: pai viciado em jogos; emprego em Wall Street foi para o espaço quando a crise estourou, em 2008; seu plano de fazer mestrado na Universidade de Princeton só se mantém porque ele investe em um site de jogos online para os estudantes da faculdade. (Essa parte do filme se assemelha bastante a passagem do filme A Rede social, só que ao invés de uma rede social, é uma rede de jogos).

APOSTA MAXIMA01

Quando seu esquema é descoberto e ele não tem mais dinheiro para pagar o curso, sua saída é arriscar tudo que tem jogando pôquer no maior portal do gênero. (Daí o nome do filme)

Após perder tudo por causa de uma falha do sistema, Richie vai atrás do dono do site, Ivan Block (Ben Affleck), na Costa Rica. É a partir daí que a história fica forçada, ele viaja para um país no qual ele não sabe falar a língua, consegue entrar numa festa na qual ele não era convidado e convenientemente tem contato por acaso com a mulher do cara que é dono do sistema no qual ele foi roubado. (Como seria bom se na vida real as coisas fossem fáceis assim, né?)

A partir daí, o jovem se envolve no mundo de dinheiro, festas, mulheres e promessas que o magnata dos jogos online oferece. Sim… Porque ele consegue encontrar e convencer o dono do site a ouvi-lo, de tal forma que ele não apenas consegue o seu dinheiro de volta, como também ganha um emprego de salário milionário. (Nós, reles mortais, quando somos roubados em uma compra virtual, somos obrigados a ficar anos esperando o ressarcimento que na maioria das vezes simplesmente não chega) #inveja

O retrato feito da Costa Rica também é algo exageradamente estereotipado, como se a ilegalidade e a corrupção só acontecessem nos “países de terceiro mundo”, ao mostrar que o suborno seria um ato comum naquele país, praticado por estrangeiros, inclusive norte-americanos, e que a lei só se faz presente no território dos Estados Unidos.

Como a maioria dos filmes sobre jogos, “Aposta Máxima” apresenta reviravoltas em sua história, mas não precisa ser nenhum gênio para descobrir o final ainda no meio da trama.

Entre as cenas destacáveis do filme, esta a passagem com os crocodilos, uma cena realmente aflitiva, que segue os moldes de “Tubarão”, só que sem aquela trilha sonora maravilhosa do John Williams. (É obvio que eu não vou dar detalhes, justamente para instigar a curiosidade daqueles que estão pensando em ver o longa).

O filme “Aposta Máxima” estreia no dia 04 de outubro nos cinemas do Brasil. Aproveitem para assistir ele agora, porque algo me diz que depois que ele sair de cartaz dificilmente ouviremos falar novamente dele.

APOSTA MAXIMA03

DIREÇÃO

[do action=”cast” descricao=”Brad Furman” espaco=”br”]Brad Furman[/do]

SINOPSE

No filme, Justin Timberlake é Richie, estudante de Princeton que acredita estar sendo fraudado, e viaja a Costa Rica para confrontar o magnata das apostas online, Ivan Block (Ben Affleck). Richie é seduzido pela riqueza de Block até descobrir a verdade perturbadora sobre o magnata. Quando o FBI tenta coagir Richie a ajudá-los a prender Block, Richie se encontra na maior aposta de sua vida: tentar vencer as duas forças que o estão pressionando.

FICHA TÉCNICA

Roteiro: André Pereira
Título Original: Runner, Runner
Gênero: Thriller
Duração: 1h 32min
Ano de lançamento: 2013
Classificação etária: 14 anos

TRAILER

Comente pelo Facebook