AS AVENTURAS DE PI (Crítica)

AS AVENTURAS DE PI

5estrelas

FICHA TÉCNICA

Título Original: Life of Pi
Ano do lançamento: 2012
Produção: Estados Unidos
Gênero: Aventura, Drama
Direção: Ang Lee
Roteiro: David Magee

Sinopse: Pi Patel (Suraj Sharma) é filho do dono de um zoológico localizado em Pondicherry, na Índia. Após anos cuidando do negócio, a família decide vender o empreendimento devido à retirada do incentivo dado pela prefeitura local. A ideia é se mudar para o Canadá, onde poderiam vender os animais para reiniciar a vida. Entretanto, o cargueiro onde todos viajam acaba naufragando devido a uma terrível tempestade. Pi consegue sobreviver em um bote salva-vidas, mas precisa dividir o pouco espaço disponível com uma zebra, um orangotango, uma hiena e um tigre de bengala chamado Richard Parker.

Por Kadu Silva

Uma verdadeira conexão com o divino

AS AVENTURAS DE PI01

Em setembro de 2001 Yann Martel publico o livro Life of Pi – em meio aos grandes elogios da crítica especializada, Martel sofreu com a acusação de plágio, já que o enredo de seu livro tem grande semelhança com o livro brasileiro Max e os Felinos do gaúcho Moacyr Scliar, esclarecida as coisas Martel admitiu ter se baseado na premissa do livro brasileiro e citou no prefácio do seu livro um agradecimento ao escritor gaúcho. Desde então que Hollywood pensou em filmar a história, mais muitos duvidavam que seria possível expor na tela os detalhes simbólicos que o livro trazia, tanto é que vários diretores ao longa da pré produção desistiu do desafio, és que um dos melhores contadores de história do cinema atual, Ang Lee, aceitou a proposta e transformou essa alegoria espiritual em um longa simplesmente magnífico.

A trama do filme é sobre Pi Patel (Suraj Sharma) filho de um dono de um zoológico localizado na Índia. Após perder o terreno onde existia o zoológico a família de Pi resolve viajar até a America do Norte para vender os animais e recomeçar a vida, mas durante a viagem o barco aonde eles viajavam sofre um acidente e Pi acaba ficando em um bote salva vidas junto de uma zebra, um orangotango e um tigre de bengala e assim terão que sobreviver dias até tentar encontrar ajuda.

O roteiro ficou a cargo de David Magee e como é comum nos filmes de Ang Lee a narrativa é o grande trunfo do filme – já nos primeiros minutos do filme estamos completamente envolvidos pela trama desse rapaz que o roteiro brilhantemente soube estruturar e mesmo contendo praticamente durante boa parte do filme somente um personagem humano não é sentido a falta de mais ninguém para dialogar com o protagonista.

Ang Lee soube muito bem utilizar das simbologias como forma de transmitir mensagens extras sobre a trama central e isso consegue agregar ainda mais ao todo do filme, sua sensibilidade diante de cada frame impressiona e as deslumbrantes cenas hipnotizam o espectador muito ajudado pelo excelente uso do 3D.

AS AVENTURAS DE PI03

Apesar de não parecer quase todo o filme foi rodado em estúdio e Ang Lee aproveitou para abusar de luz, sombra e efeitos gráficos para abrilhantar ainda mais o filme. Mas o que mais impressiona mesmo são os perfeitos efeitos gráficos realizados na concepção do tigre de bengala, que pasmem foi todo digitalizado no mesmo processo do longa O Planeta dos Macacos – A Origem, as expressões e todo o movimento corporal do animal realmente parecem reais.

Ang Lee disse que o filme para ter mais impacto, necessitaria ser feito por atores de pouco ou nenhum conhecimento do grande público, já que a grande atração do longa é a história. Então ele convidou um estreante ator indiano Suraj Sharma para a missão de incorporar o forte e marcante personagem Pi e o garoto impressiona pela entrega e sensibilidade ao retratar com grande dinamismo esse papel. Impossível não ter vontade de abraça-lo ou ajuda-lo nessa difícil jornada diante do inesperado.

Temos ainda o privilegio de ver o veterano ator Irrfan Khan fazendo o Pi já mais velho e mesmo aparecendo em poucas cenas ele também é capaz de nos levar as lágrimas pela belíssima forma como compõe seu personagem.

Ainda temos uma fotografia arrebatadora, a direção de arte maravilhosa e a trilha sonora bela e bem discreta seguindo o conceito do diretor de deixar que a história por si só conecte o público a trama.

Não citei muitos detalhes do filme no texto, porque o importante é mesmo conferir e sentir tudo que está guardado nessa experiência única, só posso adiantar que é algo realmente necessário e de ficar na memória durante muito tempo.

Então você pode não acreditar em religião, Deus ou algo espiritual, mas a viagem que Ang Lee nos convida a embarcar vai te encantar da mesma forma, já que a história do longa é tão incrivelmente bem contada que o mais ateu dos mortais vai se render a beleza de seu conto. Já para os que acreditam, ah… com certeza vai ser uma experiência para lavar a alma.

AS AVENTURAS DE PI02

PRÊMIOS

PRÊMIO CCINE10
Indicação: Filme do Ano, Revelação – Suraj Sharma e Melhor Trailer

OSCAR
Ganhou: Melhor Direção, Melhor Trilha Sonora, Melhor Efeitos Visuais e Melhor Fotografia.

Indicações: Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Edição, Melhor Mixagem de Som, Melhor Edição de Som, Melhor Canção original, Melhor Design de produção e Melhor Filme

GLOBO DE OURO
Ganhou: Melhor Trilha Sonora Original

Indicações: Melhor Filme e Melhor Direção

BAFTA
Ganhou: Melhor Fotografia, Melhor Efeitos Visuais
Indicações: Melhor Filme, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Edição, Melhor Som e Melhor Direção

GRANDE PRÊMIO GRANDE DO CINEMA BRASILEIRO
Indicação: Melhor Filme Estrangeiro

MTV MOVIE AWARDS
Ganhou: Melhor Performance com susto – Suraj Sharma

Indicação: Revelação – Suraj Sharma

TRAILER

Comente pelo Facebook