BATMAN BEGINS (Crítica)

batman-begins-01

FICHA TÉCNICA

Título Original: Batman Begins
Ano do lançamento: 2005
Produção: EUA
Gênero: Fantasia, Aventura, Ação
Direção: Christopher Nolan
Roteiro: Bob Kane, Christopher Nolan e David S. Goyer

Sinopse: Marcado pelo assassinato de seus pais quando ainda era criança, o milionário Bruce Wayne (Christian Bale) decide viajar pelo mundo em busca de encontrar meios que lhe permitam combater a injustiça e provocar medo em seus adversários. Após retornar a Gotham City, sua cidade-natal, ele idealiza seu alter-ego: Batman, um justiceiro mascarado que usa força, inteligência e um arsenal tecnológico para combater o crime.

BATMAN BEGINS02

Fazer o reboot de uma franquia tão marcante como Batman para muitos era um risco e uma ousadia desnecessária da Warner, mas ela tentando dar um novo ar para esse herói, escalou o jovem cineasta que tinha chamado muita atenção em seus filmes lançados até então, Christopher Nolan. No começo o estúdio ficou com certas reservas, mas quando Nolan começou a mostrar o que gostaria de fazer com o homem morcego, os diretores da Warner deram carta branca e apostam alto no projeto. Afinal Nolan buscou uma visão nova e autentica para a franquia.

O diretor procurou deixar o herói ainda mais humano para espectador, e sua história desde o começo mais crível e crua tirando esse certo ar lúdico e fantasioso que sempre essas produções costumam carregar. Ele fez isso de forma tão competente, que seu Batman Begins para muitos é um marco dentro do gênero de super heróis.

A história básica não foge do já conhecido enredo. O bilionário Bruce Wayne (Christian Bale) viaja pelo mundo buscando meios que lhe permita combater a injustiça que o mundo vive, esse ideal nasceu ainda criança quando Bruce presencia o assassinato de seus pais. Após esse aprendizado pelo mundo, ele volta a Gothan City, sua cidade-natal e assim desenvolve o seu alter-ego: Batman, um justiceiro que usa força, a inteligência e várias elementos técnicos de última geração para combater o crime.

O roteiro desenvolvido por Bob Kane, Christopher Nolan e David S. Goyer é bastante ousado, pois não utiliza de formulas fáceis (característica de Nolan) para desenvolver a história, ele segue uma linha mais sombria e quase intimista do homem morcego, mostrando seus medos e fragilidades sem deixar de exaltar seu ideal. A escolha do vilão o Espantalho, facilitou bastante o formato que foi pretendido.

BATMAN BEGINS01

O espantalho é Dr. Jonathan Crane (Cillian Murphy) é um psiquiatra que se tornou obcecado na temática do medo, utilizando inúmeras drogas de forma a despertar os medos e fobias inerentes de cada um. Esse característica do vilão, caiu como uma luva na escolhe de Nolan em mostrar um Batman mais próximo do espectador, pois o confronto entre ele mostra bem essa fragilidade do homem morcego.

Já para viver o Batman o diretor teve uma grande escolha, escalou o ótimo Christian Bale que soube de forma perfeita mostrar as três facetas do personagem. O excêntrico playboy milionário, o introspectivo e depressivo Bruce e o justiceiro Batman. Cada um no tom certo, inclusive na entonação da voz e na postura corporal, impressionante seu trabalho, infelizmente esses filmes não tem apelo nas grandes premiações, mas merecia esse reconhecimento, pelo menos entre os espectadores da MTV ele foi reconhecido e venceu como o melhor vilão em 2006.

Mas ainda o filme impressiona pelo realismo nos efeitos visuais, Nolan gosta de fazer grande parte das cenas de ação e perseguição de seus filmes de forma real, não utilizando quase nenhum recurso de computação gráfica. O próprio Bat-movel foi todo construído para as filmagens do filme e quase todas os cenários também tiveram esse esforço e isso é mais um elemento que deixa esse Batman diferente e marcante para os amantes dos HQs.

Nolan consegue ter o domínio total do longa-metragem, tanto que todos os recursos técnicos convertem para ressaltar a imagem pretendida por ele. A fotografia sombria é impactante deixando uma Gothan City escura e com muita neblina, e a direção de arte segue o mesmo conceito sem deixar de lado o moderno mundo do bilionário Bruce Wayne, o figurino, a trilha sonora, tudo se encaixa muito bem no projeto.

Vale destacar as cenas de ação dirigidas por Nolan, vibrantes, emocionantes e acima de tudo muito bem montadas pela equipe da edição, um trabalho perfeito.

Seu próximo capitulo dentro da franquia é um dos filmes mais assistidos da história do cinema Batman: O Cavaleiros das Trevas, mas sem dúvida ele fica ainda melhor se conferimos aqui o comecinho de tudo, na história de superação do grande herói Batman. Vale a pena ter em sua coleção mais um grande trabalho do incrível diretor Christopher Nolan.

BATMAN BEGINS03

TRAILER

PRÊMIOS

OSCAR
Indicação: Melhor fotografia

BAFTA
Indicações: Melhor Direção de Arte, Melhor Som e Melhores Efeitos Visuais

MTV MOVIE AWARD
Ganhou: Melhor Herói – Christian Bale

5estrelas

Comente pelo Facebook