BUSCA IMPLACÁVEL 3 (Crítica)

BUSCA IMPLACAVEL 3

3emeio

Por Kadu Silva

Ação³

BUSCA IMPLACAVEL 302

Os anos 90 ficaram marcados por filmes de ação em que a principal relevância da obra eram as cenas (inacreditáveis) de ação. Atualmente, desde o sucesso de Os Mercenários que voltou com este estilo, Hollywood vem trazendo novos atrações (assim) para o grande público. A franquia Busca Implacável é um exemplo, que agora chega em sua terceira parte.

Desta vez, o ex-agente do governo Bryan Mills (Liam Neeson), resolve se dedicar a sua família, ficando longe de confusões do passado, mas seu plano vai por água a baixo, quando sua ex esposa Lenore (Framke Janssen) é assassinada e pior, a culpa da morte recai em suas costas. Decidido a provar sua inocência, sem deixar de assegurar a vida de sua filha Kim (Maggie Grace). Mills terá que despistar a CIA e o FBI para chegar em seu objetivo.

O roteiro de Robert Mark Kamen (Busca Implacável 1 e 2) e Luc Besson (Lucy), segue a cartilha clássica dos filmes de ação (blockbuster), uma trama com pitadas de suspense e thriller, edição ágil, trilha sonora forte,  com cenas de ação de tirar o fôlego, ou seja, adrenalina do começo ao fim. E sem deixar de fora uma das características da franquia, novamente o anti-herói em conflito de interesses. Este anti-herói é vivido por Liam Neeson que além de levar muito bem seu personagem em cenas de ação, dá um peso extra para o longa, quando o roteiro requer um pouco de talento dramático, os primeiros minutos deste filme reforçam isso.

BUSCA IMPLACAVEL 303

E o diretor francês Olivier Megaton, que foi responsável pela parte 2 da franquia está de volta e só aprimorou seus “troques” explosivos. As cenas de ação cresceram em quantidade e qualidade também, em várias é possível ver referências de outras franquia de sucesso como Velozes e Furiosos, Missão Impossível e Duro de Matar.

Apesar da declarada despretensão em apresentar algo original, algumas coisas incomodam como a composição caricata de Forest Whitaker para o policial Franck, que abusa do clichê. Além disso a reviravolta final é tão óbvia que parece piada. E por falar nisso, vale destacar as pitadas de humor no texto do longa, são providenciais e muito bem-vindas.

Busca Implacável 3 é mais do mesmo, ação, explosão, perseguição de carros e assim por diante, tudo que os fãs do gênero adoram. É um passatempo de qualidade e que consegue envolver a plateia o longa inteiro. Vale conferir! Claro, quem gosta de produções assim.

BUSCA IMPLACAVEL 301

SINOPSE

O ex-agente do governo norte-americano Bryan Mills (Liam Neeson) tenta tornar-se um homem família, mas vê tudo ruir quando Lenore (Famke Janssen) é assassinada. Acusado de ter cometido o crime, ele entra na mira da polícia de Los Angeles. Desolado e caçado, ele tenta encontrar os verdadeiros culpados e proteger a única coisa que lhe resta: a filha Kim (Maggie Grace).

DIREÇÃO

[do action=”cast” descricao=”Olivier Megaton” espaco=”br”]Olivier Megaton[/do]

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Robert Mark Kamen e Luc Besson
Título Original: Taken 3
Gênero: Ação
Duração: 1h 43min
Ano de lançamento: 2014
Classificação etária: 14 Anos

TRAILER

Comente pelo Facebook

1 Comentário

  1. gladstone

    Correção o Diretor é Oliver Megaton e não Oliver “Fontana”.