CAÇADORES DE EMOÇÃO – ALÉM DO LIMITE (Crítica)

CACADORES DE EMOCAO ALEM DO LIMITE

2estrelas

Por Kadu Silva

CACADORES DE EMOCAO ALEM DO LIMITE01

Em 1991 Patrick Swayze e Keanu Reeves protagonizam a aventura radical, Caçadores de emoção, filme de pouco sucesso de bilheteria, mas que teve grande repercussão na TV. 25 anos depois, Ericson Core, resolveu recontar essa trama que tem como principal questão, até onde você iria para alcançar o nirvana espiritual? Se no filme de 91 os protagonistas carismáticos, o roteiro simples e a cenas de ação garantiam uma obra descente, seu remake, infelizmente errou nisso tudo e em muito mais.

Para quem ainda não conhece, a história apresenta Johnny (Luke Bracey), um jovem que traumatizado por um acidente que vitimou um amigo, deixou a profissão de atleta de esportes radicais para se tornar um agente do FBI. Quis o destino que logo no começo de sua nova carreira ele fosse escalado para tentar resolver uma série de roubos realizados por pessoas especialistas em esportes radicais. Johnny se infiltra nesse grupo para tentar resolver essa misteriosa história, que tem víeis espirituais.

Se a própria história por si só já não fosse meio “bizarra”, o roteiro de Kurt Wimmer (Salt) é repleto de furos e apresenta uma narrativa confusa, com desenrolares sem muita lógica, a sensação é que ele foi feito para apresentar em 3D cenas hipnotizantes de esportes radicais, somente isso e mais nada, tanto que várias cenas acontecem sem conexão com o arco dramático central. O auge do roteiro duvidoso acontece no desfecho do filme, quando você se senti lesado por ficar quase duas horas para presenciar aquela conclusão pífia.

CACADORES DE EMOCAO ALEM DO LIMITE02

Além disso, os principais nomes do elenco são de pouquíssimo carisma e eu diria em alguns casos talento também. Quem ainda consegue alguns momentos interessantes é Edgar Ramírez, que não consegue ir muito além, já que o roteiro não favorece um bom desenvolvimento de seu personagem.

O diretor Ericson Core (Velozes & Furiosos), consegue ótimos resultados nas tomadas áreas, na forma em que filma os esportes radicais, mas como contador de história e principalmente como condutor de elenco, ele deixa a desejar.

Para um filme que tem como principal atrativo o visual, uma boa trilha sonora também precisa acompanhar o ritmo frenético das cenas e nisso as canções que embalam o filme acertam em cheio. Além disso a fotografia do filme também é excelente, muito ajudada pelas locações de tirar o fôlego.

Caçadores de emoção é uma boa pedida para quem curte ver em 3D lindas cenas de esportes radicais, já para quem busca uma história que envolva e faz pensar é melhor buscar isso em outras produções.

CACADORES DE EMOCAO ALEM DO LIMITE03

SINOPSE

Um jovem agente do FBI (Luke Bracey) tem como missão se infiltrar em meio a atletas de esportes radicais, suspeitos de cometerem uma série de roubos nunca vistos até então. Não demora muito para que ele se aproxime de Bodhi (Édgar Ramirez), o líder do grupo, e conquiste sua confiança.

DIREÇÃO

[do action=”cast” descricao=”Ericson Core” espaco=”br”]Ericson Core[/do]

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Kurt Wimmer
Título Original: Point Break
Gênero: Ação
Duração: 1h 53min
Ano de lançamento: 2016
Classificação etária: 14 Anos
Lançamento: 28 de janeiro de 2016 (Brasil)

TRAILER

Comente pelo Facebook

1 Comentário

  1. Garanhão italiano

    Não precisava de um Remake.