CALIFÓRNIA (Crítica)

California

3estrelas

Por Kadu Silva

California02

Conhecida por comandar programas de videoclips na MTV Brasil, Marina Person, debuta na direção de longas-metragens com o singelo filme Califórnia. Ela retrata o rito de passagem da adolescência para a vida adulta em pleno anos 80.

O filme é narrado por Estella (Clara Gallo), uma adolescente apaixonada por música, cinema e principalmente pelo seu tio Carlos (Caio Blat), que vive na Califórnia. Ele é seu confidente, somente com ele, Estella se senti a vontade de contar todas as suas dúvidas e frustações típicas da adolescência, mesmo seu tio estando à distância e quem mais se mostra próxima dela.

Estella está se preparando para ir visitar Carlos, mas dias antes da viagem, sua mãe (Virginia Cavendish), diz que ele está voltando para o Brasil, – é então, nesse momento, que Estella vai ter que lidar com um sério problema de saúde que o seu tio está passando.

O roteiro de Marina Person, Francisco Guarnieri e Mariana Veríssimo, mostra de forma bem intimista (quase que dentro da mente da personagem), essa transição. Vemos a garota ganhando com os acontecimentos de sua vida, a tão falada maturidade. Essa construção, que mostra a perspectiva da protagonista principal como narradora da história, acaba por negligenciar os personagens secundários, eles acabam ficando pouco ou nada desenvolvidos na trama, fato que foi crítico por alguns especialistas, mas se pensarmos que um adolescente as vezes tem exatamente essa visão de vida, não seria um problema essa concepção.

O grande mérito do roteiro esta, por tratar a imagem do adolescente sem caricaturas, típica desse tipo de produção. Marina opta por uma abordagem madura, além disso coloca em discussão a Aids, que infelizmente, tem entre os adolescentes da idade de Estella o maior número de infectados, hoje em dia.

California01

Apesar das ótimas referências simbólicas, que indicam a década representada, a reconstituição de época, seja nos cenários ou figurinos, não se mostra tão caprichada, nota-se que se trata de um filme modesto financeiramente.

Pela semelhança física e ideológicas, a personagem Estella parece ser o alter ego da diretora, que me confessou que tem um pouco dela na personagem mesmo, ainda mais por ser o primeiro longa, é natural esse tipo de formação na composição do papel do personagem que narra a história.

O elenco está afinadíssimo, e a estreante Clara Gallo, que é a mais acionada na trama, consegue dar conta do recado, representando perfeitamente bem essa adolescente meio perdida no mundo. Caio Horowicz que também estreia na telona é outro grande destaque, sua interpretação rendeu o prêmio de melhor filme no último Festival do Rio. Impressiona também a entrega de Caio Blat no longa, apesar de uma participação pequena (pouco explorada), o ator fica extremamente magro e debilitado, para viver esse homem infectado pelo vírus da Aids.

Marina Person se inicia na direção de forma muito segura e com uma certa identidade visual, fato que nós dá uma boa perspectiva no futura da cineasta.

Para uma profissional que é conhecida por sua influência musical, é claro, que a trilha sonora do filme, tinha que ser o grande destaque, – e de fato, é uma das seleções musicais mais interessantes vista (ou ouvida) esse ano na telona.

Califórnia ainda que superficial em determinados assuntos, que mereciam mais aprofundamento, consegue passar a mensagem para o público, além de conseguir uma fácil identificação de seus personagens com a plateia.

California03

SINOPSE

O ano é 1984. Estela vive a conturbada passagem pela adolescência. O sexo, os amores, as amizades: tudo parece muito complicado. Seu tio Carlos é seu maior herói, e a viagem à Califórnia para visitá-lo, seu grande sonho. Mas tudo desaba quando ele volta magro, fraco e doente. Entre crises e descobertas, Estela irá encarar uma realidade que mudará, definitivamente, sua forma de ver o mundo.

DIREÇÃO

[do action=”cast” descricao=”Marina Person” espaco=”br”]Marina Person1[/do]

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Marina Person, Francisco Guarnieri e Mariana Veríssimo
Título Original: Califórnia
Gênero: Drama
Duração: 1h 30min
Ano de lançamento: 2015
Classificação etária: 12 Anos
Lançamento: 3 de dezembro de 2015 (Brasil)

TRAILER

Comente pelo Facebook

2 Comentários