CAVALO DE GUERRA (Crítica)

CAVALO DE GUERRA

4estrelas

Por Kadu Silva

“O bom filho a casa torna”

CAVALO DE GUERRA02

Confesso que apesar de admirar demais o trabalho de Spielberg não tinha grandes expectativas para esse Cavalo de Guerra, mas diferente disso o longa é uma volta ao estilo clássico de filmar, com cadencia lenta e com uma execução fascinante.

Baseado no livro “War Horse” para crianças escrito por Michael Morpurg, e que se tornou uma premiada peça de teatro é que os roteiristas Lee Hall e Richard Curtis desenvolveram essa simples história, que se tornou grande devido as mãos talentosas e habilidosas do diretor.

A premissa é a seguinte: Ted Narracot (Peter Mullan) é um camponês destemido e ex-herói de guerra. Com problemas de saúde e bebedeiras, batalha junto com a esposa Rose (Emily Watson) e o filho Albert (Jeremy Irvine) para sobreviver numa fazenda alugada, propriedade de um milionário sem escrúpulos (David Tewlis). Cansado da arrogância do senhorio, decide enfrentá-lo em um leilão e acaba comprando um cavalo inadequado para os serviços de aragem nas suas terras. O que ele não sabia era que seu filho estabeleceria com o animal um conexão jamais imaginada. Batizado de Joey pelo jovem, os dois começam seus treinamentos e desenvolvem aptidões, mas a 1ª Guerra Mundial chegou e a cavalaria britânica o leva embora, sem que Albert possa se alistar por não ter idade suficiente. Já nos campos de batalha e durante anos, Joey mostra toda a sua força e determinação, passando por diversas situações de perigo e donos diferentes, mas o destino reservava para ele um final surpreendente.

Como o diretor gosta de fazer em seus filmes, aqui iremos acompanhar essa jornada através da visão do cavalo, o Joey, de forma sensível e muito comovente vemos como uma amizade verdadeira é capaz de enfrentar qualquer obstáculo para sobreviver.

CAVALO DE GUERRA03

É impossível não se envolver completamente pela história, o diretor sabe muito bem desenvolver a narrativa que mesmo como já citei ser de cadencia lenta não cai o ritmo em nenhum momento, as “reviravoltas” que acontece mesmo que parecem previsíveis são de uma beleza que fica impossível não gostar.

Um dos momentos em que o diretor acerta em cheio é no período da guerra em que não se julga alemão, ingleses ou franceses, ele mostra outra visão da 1ª guerra, parece todos iguais diante do cavalo, até o uniforme dos soldados tem essa levada, o ápice acontece no momento que o cavalo fica preso no arame farpado, e os “inimigos” se unem para salvar o animal, numa clara referencia que para o animal não existe guerra, porque somos todos iguais.

Não é de se espantar ao ver que nenhum ator do filme está sendo indicado nos principais prêmios que estão acontecendo, pois eles realmente não são o forte do filme, o grande astro é Joey, que apresenta uma expressão fabulosa e num tom contemplativo que diz tudo com os olhos e os gestos. Não que os atores estejam ruins, mas Joey rouba a cena.

Entre os grandes nomes do elenco tem Emily Watson que faz a mãe durona e que é responsável por unir a família, e o jovem ator Jeremy Irvine que é o grande companheiro de Joey e que de forma sensível e doce estabelece essa união perfeita entre o animal e o homem.

Jhon Williams mestre total das trilhas sonoras é responsável por manter toda a história nesse ritmo de grande apelo emotivo e de beleza fantástica.

Acredito que o filme não caia no gosto popular, pois sua linguagem remete aos filmes do passado, aja visto o final que é uma total homenagem ao clássico E o vento levou, além da escolha de uma história simples, mas que encontrou nas mãos geniais de Spielberg para torná-la inesquecível.

Não tenha dúvida que o Ccine recomenda esse lindo filme.

CAVALO DE GUERRA01

DESTAQUES

Além da fotografia deslumbrante de Janusz Kaminski ainda podemos destacar as belas locações no interior da Inglaterra, os figurinos perfeitos e a direção de arte que recriou esse período histórico de forma primorosa.

SINOPSE

A história de amizade e respeito entre um jovem chamado Albert e seu cavalo Joey, e de como o vínculo entre eles é quebrado quando o animal é vendido para a cavalaria inglesa e enviado às trincheiras da Primeira Guerra Mundial. Apesar de muito jovem para se alistar, Albert faz de tudo para tornar-se soldado e segue para a França com o objetivo de salvar seu amigo.

ELENCO

[do action=”cast” descricao=”Jeremy Irvine (Albert)” espaco=”X”]01 Jeremy Irvine[/do][do action=”cast” descricao=”Emily Watson (Rose Narracott)” espaco=”X”]02 Emily Watson[/do][do action=”cast” descricao=”Peter Mullan (Ted Narracott)” espaco=”X”]03 Peter Mullan[/do][do action=”cast” descricao=”David Thewlis (Lyons)” espaco=”br”]04 David Thewlis[/do]

DIREÇÃO

[do action=”cast” descricao=”Steven Spielberg” espaco=”br”]Steven Spielberg[/do]

FICHA TÉCNICA

Título Original: War Horse
Gênero: Guerra
Duração: 2 hr 26 min
Ano de lançamento: 2011
Site oficial: http://www.cavalodeguerra.com.br

TRAILER

Comente pelo Facebook