CONFIA EM MIM (Crítica)

Confia em Mim

3emeio

Por Emílio Faustino

Um mais do mesmo nacional

CONFIA EM MIM01

Em seu primeiro trabalho no cinema, o diretor Michel Tikhomiroff (da série “Julie e os Fantasmas”, da Band), apresenta a história de Caio (Mateus Solano), um cara sedutor que utiliza de seu charme para tirar dinheiro de suas vítimas.

A história contada pela perspectiva da vítima (Fernanda Machado), embora tenha seus bons momentos, demora para pegar o ritmo e peca por não acrescentar nada do que já foi visto anteriormente nos filmes do gênero. A impressão que dá, é que estamos tendo um deja vu ao ver o filme, pois tudo soa estranhamente familiar e previsível.

Tá certo que fazer suspense em um país onde a cada 10 filmes, 8 são comédias tem lá o seu mérito, mas infelizmente este é o único mérito do filme. Que embora não seja bom, também não chega a ser de todo ruim. É o que podemos chamar de filme mediano, do tipo que você vê, se entretêm e depois esquece.

A trama pra lá de manjada é algo que todo mundo já viu alguma vez na vida: o cara sedutor que vai roubar a moça rica e indefesa. A diferença é que ao invés de roubar milhões como vemos nos filmes hollywoodianos, em “Confia em Mim” os roubos são mais modestos, (na casa dos 200 mil reais), o que dá a obra um tom mais realista para os parâmetros do Brasil.

A verdade é que a história só fica mais interessante depois que a personagem se da conta do golpe, até lá o filme é levado em banho Maria, com diálogos artificias que não convencem o telespectador e tão pouco contribuem para desenvolver qualquer empatia com os personagens.

Embora a atuação de Fernanda Machado e Matheus Solano, tenham sido “Ok”, há quem jure que em cena o ator não conseguiu se desfazer totalmente dos trejeitos do personagem Felix da novela “Viver a Vida”. O que seria um sério problema, haja vista que os personagens possuem orientações sexuais diferentes. De qualquer forma, eu não senti tanto as desmunhecadas do ator, que a meu ver, foi o melhor do filme.

Ainda no quesito atuação, o filme deixa a desejar, as atrizes que fazem ponta como a mãe e a irmã da protagonista, definitivamente não convencem com suas falas e expressões robóticas.

CONFIA EM MIM03

A direção de fotografia não ousa muito e o filme tem na maior parte do tempo o formato que estamos acostumados a ver nas novelas. Cenas que poderiam ser exploradas melhor, como as da cozinha (vale lembrar que a personagem é uma sub chefe de cozinha), foram feita de forma chapada, perdendo a oportunidade de mostrar o preparo da comida em ângulos menos óbvios como o que a gente vê no “Mais Você”.

O que funciona no filme? O suspense! Depois que a trama é estabelecida e as peças colocadas no tabuleiro o filme ganha ritmo e consegue proporcionar duas ou três cenas que deixam o publico apreensivo. (Destaque para a cena do “download”, quem assistir o filme vai entender do que estou falando).

A trilha sonora, é um verdadeiro desastre que ao invés de somar a trama e conversar com o filme, briga com as imagens, parecendo se tratar de uma música que foi feita para outra ocasião.

Apesar dos pesares, repito: o filme não é ruim. Dá pra assistir e achar “legal”, tem o seu valor já que de certa forma se trata de uma prestação de serviço, uma vez que o filme aborda uma problemática real que acontece com muitas mulheres em nosso país. Aliás, foi dessa forma que o diretor teve a ideia de fazer o filme, quando uma mulher próxima a ele passou por uma situação semelhante.

Um aspecto positivo do filme é a forma como ele expõe a problemática da pessoa que leva o golpe, afinal ela não perde só o dinheiro, junto com a grana tão vão o orgulho e a fé na humanidade, o que causa vergonha e constrangimento na vítima que na maioria das vezes prefere não denunciar o golpe a ter que se expor como “a trouxa” da história.

Como a personagem reage a essa situação na trama e como a história termina, vocês descobrem assistindo o filme que estreia dia 10 de abril nos cinemas. Ambientado em São Paulo e rodado em Paulínia, “Confia em mim” estreia em todo o Brasil em mais de 250 salas.

CONFIA EM MIM02

SINOPSE

Mari (Fernanda Machado) tem um grande sonho: abrir seu próprio restaurante. Para tanto ela trabalha duro como chefe de cozinha, sempre focando a ascensão profissional. Até que um dia ela conhece Caio (Mateus Solano), um cara simpático que permite que ela enfim realize seu sonho. Só que logo Mari percebe que nem tudo é tão simples assim.

DIREÇÃO

[do action=”cast” descricao=”Michel Tikhomiroff” espaco=”br”]Michel Tikhomiroff[/do]

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Fabio Danesi
Título Original: Confia em Mim
Gênero: Suspense
Duração: 1h 25min
Ano de lançamento: 2014
Classificação etária: 12 Anos

TRAILER

Comente pelo Facebook

4 Comentários

  1. Eduardo Candeias

    Só uma correção: Mateus Solano participou da novela “Viver a Vida”, mas o personagem Félix foi da novela “Amor à Vida”.

  2. Barbara

    Mais uma correção sobre Mateus Solano: Este filme foi gravado em 2012, logo Félix ainda não existia nem para o próprio Mateus. Se existem semelhanças entre os personagens, estas vem do estilo do trabalho do ator.

  3. Alexandre

    Pode não ser uma obra prima do cinema nacional, mas tem um enredo bem montado e uma trama bem amarrada. Tem uma crítica em
    http://www.artigosdecinema.blogspot.com/2014/08/confia-em-mim.html