DE LONGE TE OBSERVO (Crítica) Mostra SP

Kadu Silva

DE LONGE TE OBSERVO

DESDE ALLA02

O venezuelano Lorenzo Vigas estreia na direção de longas-metragens num filme polêmico, a começar por ter ganho o Festival de Veneza e ter por parte da crítica vaias em função de sua escolha, mas principalmente ao abortar o jogo de poder de forma muito inusitada, eu diria até autêntica.

A trama apresenta o rico Armando (Alfredo Castro), um cinquentão que atrai jovens garotos até seu apartamento com dinheiro, com o “simples” proposito de observa-los nus e assim se masturbar. Paralelo a isso ele também segue um velho empresário que a que tudo indica, ele teve alguma experiência traumática no passado. Tudo parecia sob seu controle até que ele cruza com o líder de uma gangue de rua, o jovem Elder (Luis Silva) um garoto violento, que fascina Armando e mesmo sendo no primeiro encontro agredido por ele, não deixa de tentar seduzir o jovem. O interesse financeiro acaba deixando a resistência do adolescente frouxa e aos poucos ambos estão, cada vez mais próximos.

O roteiro de Vigas, usa a inusitada e improvável relação dos dois homens para tratar a luta de classe, o jogo do poder e a resistência sobre o desejo sexual, tudo de forma não direta, o olhar e as simbologias vão moldando essa trama, que ganha ao longa da projeção um caráter de suspense, já que existe sempre um tom de desconfiança crescente entre ambos, nenhum quer abrir a guarda diante do outro.

DESDE ALLA03

Por mais que o homossexualidade esteja presente na história, não se trata de um filme temático, a relação homoafetiva entre na narrativa com o objetivo de colocar também a prova de quem é o dominante entre a dupla, o hétero homofóbico, que vai ou não ceder ao apelo financeiro e afetivo do assumido cinquentão que gosta de homens, mas que não quer uma relação intima, apenas se sentir o dono dessa posição, afinal quem ganha o controle da situação?

O roteiro, que inevitavelmente tem que ser considerado criativo, se perde ao deixar de lado o aprofundamento dos diversos temas que aborda, e principalmente por deixar pontas abertas da história, colocando para o público a interpretação do que seria a intenção do diretor. A grande reclamação da crítica se dá com o desfecho do filme, que só ressalta os “defeitos” do roteiro.

Uma curiosidade do filme é que Luis Silva, que vive o jovem Elder, nunca atuou antes na vida, ou mesmo vez algum curso de interpretação, – ele foi escolhido, por representar bem a postura rebelde e humilde do personagem. Ele tem o mesmo perfil de Vinicius de Oliveira que teve o mesmo tipo de seleção em Central do Brasil. Apesar de cru como ator, ele rouba a cena completamente no filme, seguro, e principalmente sabendo muito bem utilizar a linguagem corporal para dizer, sem usar a fala. É lógico, que nisso entra o mérito do diretor, que soube direcionar o elenco para passar sua mensagem.

O provocador De longe te observo merece a atenção por fugir do óbvio e por tirar o espectador da zona de conforto, e assim, o fazendo pensar sobre como as vezes somos expostos aos caprichos de quem se considera o dominante de determinada situação.

DESDE ALLA01

SINOPSE

O rico Armando atrai jovens para sua casa com dinheiro. Ele não quer tocá-los, apenas observá-los de uma certa distância. Ele também segue um empresário mais velho com quem parece ter tido uma relação traumática. O primeiro encontro de Armando com Elder, líder de uma gangue de rua, é violento, mas isso não diminui sua fascinação pelo belo adolescente. Interesses financeiros fazem com que o rapaz o visite com regularidade e uma intimidade inesperada surge entre eles. Mas o passado de Armando é motivo de preocupação, e Elder empreende o último ato de afeição por ele.

DIREÇÃO

[do action=”cast” descricao=”Lorenzo Vigas Castes” espaco=”br”]Lorenzo Vigas Castes[/do]

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Lorenzo Vigas Castes
Título Original: Desde allá
Gênero: Drama
Duração: 1h 33min
Ano de lançamento: 2015
Classificação etária: 16 Anos
Lançamento: 21 de julho de 2016 (Brasil)

TRAILER

Comente pelo Facebook

1 Comentário