DIVÃ A 2 (Crítica)

Diva a 2

3emeio

Por Igor Pinheiro

DIVA A 201

Divã a 2 se vende como um filme sobre a vida como ela é e que isso possibilita uma boa identificação com os personagens. Talvez seja verdade, mas essa vida representada no longa talvez simbolize apenas uma parte pequena das histórias das pessoas. Esse fator acaba diminuindo o apelo do filme, já que a identificação proposta não é tão sólida assim.

Eduarda e Marcos se casaram cedo e logo tiveram um filho. Dez anos de relacionamento depois, os dois decidem se separar e começam a viver a fase da vida que “perderam”, percebendo que conhecer pessoas novas e se relacionar é mais complicado do que imaginavam.

A dinâmica da narrativa padrão se alterna com momentos do casal fazendo terapia separados, o que é uma boa saída, principalmente depois da virada que temos na metade do filme. Porém, em poucos momentos, temos um aprofundamento real dos personagens, que são apresentados de formas clichês e cansativas. Uma médica que é muito focada no trabalha e usa o assistente para cumprir algumas tarefas pessoais… E por aí vai.

DIVA A 202

Os personagens secundários também não ajudam, apesar da boa intenção. O personagem de Marcelo Serrado é o mais bem construído e nos faz mergulhar um pouco mais na trama. Em contraponto, Fernanda Paes Leme sempre faz lembrar, pelo menos a mim, que ela sempre está na pele do mesmo personagem: a melhor amiga da protagonista, seja em novela, seriados ou filmes. Observem.

Algumas tramas desenvolvidas ao longo da história são completamente soltas, apenas para fazer graça, tornando o filme ainda mais longo e cansativo, por mais que chamem atenção em alguns momentos. O resultado final disso tudo são algumas histórias boas, que não servem para muita coisa, dentro de uma grande história maior que não serve para muita coisa.

Direção preguiçosa com um elenco esforçado chegam a um resultado triste, porque eu realmente acreditava no potencial do filme. Paulo Fontenelle peca tentando fazer um longa simples, com um ar independente, e acaba caindo na chatice. Não faz sentir.

DIVA A 203

SINOPSE

Eduarda (Vanessa Giácomo) é uma ortopedista bem sucedida, casada com o produtor de eventos Marcos (Rafael Infante) há 10 anos. Devido ao desgaste do relacionamento, eles resolvem fazer uma terapia de casal. Só que, durante as sessões, eles decidem se separar. É quando Eduarda conhece Leo (Marcelo Serrado), por quem fica interessada.

DIREÇÃO

[do action=”cast” descricao=”Paulo Fontenelle” espaco=”br”]Paulo Fontenelle[/do]

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Leandro Matos e Saulo Aride
Título Original: Divã 2
Gênero: Comédia , Comédia dramática
Duração: 1h 40min
Ano de lançamento: 2015
Classificação etária: 14 Anos

TRAILER

Comente pelo Facebook