ESTAMOS JUNTOS (Crítica)

ESTAMOS JUNTOS

4emeio

FICHA TÉCNICA

Título Original: Estamos Juntos
Ano do lançamento: 2011
Produção: Brasil
Gênero: Drama
Direção: Toni Venturi
Roteiro: Hilton Lacerda e Toni Venturi

Sinopse: Carmem (Leandra Leal) é uma jovem e talentosa médica, que veio da pequena cidade de Penedo para viver sozinha em São Paulo. Seu melhor amigo é Murilo (Cauã Reymond), que conhece desde quando era pequena. Murilo é homossexual e trabalha como DJ. Um dia ele conhece Juan (Nazareno Casero), um músico argentino por quem se apaixona. Quando ele é expulso de casa pela namorada, Murilo não perde tempo e o chama para morar consigo. Entretanto, Juan é heterossexual convicto e passa a se interessar por Carmem. Ela retribui o interesse, mesmo temendo a reação de Murilo ao saber do fato. Até que uma situação inesperada muda os rumos do triângulo amoroso e da própria vida de Carmem.

Por Kadu Silva

Um drama bem conduzido

ESTAMOS JUNTOS03

São Paulo é conhecida por algumas características marcantes: linda, louca, as vezes solitária, mutante, doente. Pensando nisso o diretor Toni Venturi faz uma ótima analógica entre a cidade e a personagem principal, a médica Carmem, que é interpretada pela Leandra Leal.

A cidade é personagem fundamental para mostrar o drama vivido por Carmem que vê sua vida ruir devido a uma grave doença.

Toni faz um belíssimo trabalho, explorando enquadramentos inusitados e criativos, além de ter uma ótima mão na condução do bom elenco.

Por falar em elenco, dois nomes chamam a atenção a já citada Leandra Leal que mais uma vez mostra que é uma ótima atriz, principalmente em papeis dramáticos, mas o grande destaque que eu ao meu ver foi pouco explorado é Cauã Reymond que compôs um ótimo personagem para Murilo.

ESTAMOS JUNTOS02

Outro bom destaque fica para o acabamento técnico, principalmente para a sonoplastia que tem papel fundamental na trama. PARABÉNS a todos os técnicos.

A única “falha” ao meu ver é deixar todo o drama muito carregado, fazendo com que a harmonia fique um pouco desafinada, além disso o desfecho tem uma solução didática que acaba não dando todo o impacto que poderia.

Mesmo assim o Ccine mais que recomenda essa bela obra nacional que faz como eu nunca vi São Paulo como personagem de uma trama que faz pensar e que merece ser conferida.

DESTAQUE

Sem dúvida o maior destaque vai para o diretor Toni Venturi que enche os olhos com uma direção criativa e muito marcante, deixando o filme uma obra quase poética.

ESTAMOS JUNTOS01

PRÊMIOS

CINE PE – FESTIVAL DO AUDIOVISUAL
Ganhou: Melhor Filme, Melhor Diretor – Toni Venturi, Melhor Atriz – Leandra Leal, Melhor Roteiro, Melhor Fotografia, Melhor Edição e Prêmio da Crítica

TRAILER

Comente pelo Facebook