FEITO NA AMÉRICA (Crítica)

Kadu Silva

Ambição sem limites!

Narcos, a série original da Netflix colocou em voga as diversas histórias quase inacreditáveis que o cartel de Medellín criou durante sua existência. “Feito na América” é o novo longa de Doug Liman (No Limite do Amanhã) de mais uma história real desse período.

A história narra a cinematográfica história de Barry Seal (Tom Cruise), um piloto super ágil que devido a sua habilidade na condução de aviões trabalhou para a CIA, para o cartel de Medellín e para Casa Branca, tudo ao mesmo tempo.

O roteiro de Gary Spinelli (O Esconderijo) é brilhante, já que se baseou em imagens de VHS do original personagem e a partir delas ele narra todo a história que o próprio personagem relata como inacreditável. A divisão dos três atos, e áurea pop e irônica que Gary consegue encontrar no filme, impressiona, além disso, seu texto consegue nas diversas camadas do filme colocar para reflexão, o que a ambição sem limites pode causar, sem tornar isso um ato panfletário.

FEITO NA AMÉRICA (Crítica)

O diretor Doug Liman acostumado com filmes de ação e suspense cria um clima perfeito para a narrativa da história de Barry. As tomadas aéreas que dominam boa parte do filme são de tirar o folego.

Além disso, o filme é tecnicamente muito bom, a reconstituição de época é precisa, a montagem que mescla cenas reais com as ficcionais dando ritmo e cada vez mais veracidade a história empolgam e consegue envolve a plateia na história que só ganha cada vez mais tensão e reviravoltas impressionantes. A trilha sonora também é excelente, ajudando para avançar a trama e aumentar e muito o suspense narrativo.

Tom Cruise (Missão Impossível) ainda que pareça sair de outros filmes deles pelas semelhanças de interpretação, consegue emprestar carisma e a dualidade de um anti-herói que a plateia torce do início ao fim.

O único problema (que não é tão grave) é um certo tom previsível para a narrativa que Liman opta por fazer no longa, mas ainda assim é difícil desviar o olhar da história e não ri de passagens incríveis e ficar tenso com toda a trama.

Feito na América é pop, empolgante e ainda consegue deixar uma mensagem importante no seu final.

Pôster de divulgação: FEITO NA AMÉRICA

Pôster de divulgação: FEITO NA AMÉRICA

SINOPSE

Barry Seal (Tom Cruise) é um piloto que trafica drogas e armas para o mítico cartel de Medellín e, recrutado pela CIA, torna-se agente duplo.

DIREÇÃO

[do action=”cast” descricao=”Doug Liman” espaco=”br”]Doug Liman[/do]

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Gary Spinelli
Título Original: American Made
Gênero: Suspense, Policial
Duração: 1h 55min
Classificação etária: 14 Anos
Lançamento: 14 de setembro de 2017 (Brasil)

Comente pelo Facebook