MAGIC MIKE XXL (Crítica)

MAGIC MIKE XXL

4emeio

Por Carlos Pedroso

MAGIC MIKE XXL01

Desde que saíram os primeiros releases de Magic Mike XXL, já imaginava que a sequência não teria aquela vibe “we made in america” dos filmes do Soderbergh (e felizmente não tem mesmo, ainda que a essência do primeiro filme continue intacta aqui). No entanto, e levando em conta que o filme de Gregory Jacobs (protegée do Soderbergh, tipo um Robert Lorenz do Eastwood) se pretende ser um grande evento, a misé en scène dos diálogos continua desconstruindo a noção do american dream, só que agora num contexto social (é besteira ignorar o fato desse ser talvez o filme feminista mais inteligente dos últimos anos!). E o mais interessante aqui é que essa noção vem sempre com uma pitada de auto ironia, que Tatum abraça quase como uma carcaça pro Mike ser essa espécie de curandeiro dos problemas alheios (quando ele mesmo está em pedaços!). Existe uma preocupação bastante honesta de tornar tais problemáticas explícitas, as vezes podendo até parecer banal, mas que no fundo faz do filme uma explosão de boas intenções muito bem vindas.

MAGIC MIKE XXL02

Longe de possuir o ritmo e o brilhantismo esquemático que Soderbergh impunha em quase toda a estética do primeiro filme (e são propostas bastante diferentes, que fique claro), é importante perceber que o grande trunfo de Jacobs está na harmonia e no respiro que ele dá para cada sequência/personagem secundário, fazendo deste um real produto de entretenimento que nunca subjuga sua audiência ou leva ela a crer algo que o não é (é por isso Tatum faz questão de exaltar que eles são “male entertainments” várias vezes, a propósito). Tampouco, o filme tenta neutralizar sua essência puramente sexual, pelo contrário, sempre que pode eleva a sexualidade à uma celebração, sem qualquer amarra conservadora como subtexto.

Por simplesmente ter completo controle daquilo que se pretende -e não deixar de ser aquela reunião de amigos tipicamente Soderberghiana- essa sequência de Magic Mike é (literalmente) um delicioso prato para quem está disposto a se divertir, seja você hétero, gay, masculino ou feminino. É/tem para todos os gostos.

MAGIC MIKE XXL03

SINOPSE

Após um tempo fora de cena, Mike (Channing Tatum), se reúne novamente com antigos colegas, como Richie (Joe Manganiello) e Ken (Matt Bomer), em uma “road trip”. O destino é Myrtle Beach, em Miami, onde o grupo pretende fazer uma última grande turnê de despedida.

DIREÇÃO

[do action=”cast” descricao=”Gregory Jacobs” espaco=”br”]Gregory Jacobs[/do]

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Reid Carolin
Título Original: Magic Mike XXL
Gênero: Comédia , Drama
Duração: 1h 55min
Ano de lançamento: 2015
Classificação etária: 16 Anos

TRAILER

Comente pelo Facebook