MARTE ATACA! (Crítica)

MARTE ATACA!

FICHA TÉCNICA

Título Original: Mars Attacks!
Ano do lançamento: 1996
Produção: EUA
Gênero: Comédia
Direção: Tim Burton
Roteiro: Jonathan Gems

Sinopse: Os marcianos invadem nosso planeta, matando e destruindo tudo no caminho, pois acham bem divertidos e querem transformar a Terra em um “parque de diversões”. Se ninguém achar uma maneira de detê-los, a raça humana está condenada ao extermínio.

Por Guilherme Pereira

MARTE ATACA03

Ed Wood ficou marcado como o projeto mais importante da carreira de Tim Burton. A cinebiografia do pior diretor do Mundo rendeu a Burton o status de diretor que ele merecia desde “As Aventuras de Pee Wee”. Curiosamente, ao invés de seguir o tom sério e projetos mais “cabeça”, o próximo filme que Burton dirigiu após Ed Wood foi nada mais nada menos do que “Marte Ataca”, que nada mais é do que uma carta de amor ao estilo cinematográfico de Ed Wood.

Baseado em uma coleção de cartões (como se fossem figurinhas) da década de 60, “Marte Ataca” é uma carta de amor aos filmes B de ficção científica. Pode se dizer que se trata de uma sátira ao gênero, já que conta com gags e diálogos diretamente relacionados a filmes lançados pela RKO e pela American International Pictures.

Com um elenco super estrelado que conta com Pierce Brosnan, Tom Jones, Michael J. Fox, Glen Close, Annette Bening, Danny deVito, Sarah Jessica Parker, Martin Short e Jack Nicholson em dois papéis, Marte Ataca conta a história de Marcianos invadindo a terra. Simples assim.

Muito mais que um uma comédia de ficção científica, é possível traçar um paralelo entre diversas teorias sobre vida extraterrestre. A teoria mais interessante em minha opinião é a que compara uma invasão alienígena com a chagada dos Europeus nas Américas. Primeiro de tudo, os humanos do filme estavam à espera e a procura da chegada de Aliens (Vulgo a personagem de Annette Bening), do mesmo modo que algumas tribos indígenas já esperavam a chegada dos Colonizadores.

MARTE ATACA02

Segundo, tanto os Marcianos quanto os Colonizadores Europeus traziam uma mensagem de paz e amor… que rapidamente tornou uma Guerra onde os Colonizadores (e os Aliens) tinham armas altamente superiores aos nativos (humanos no caso do filme).

O maior destaque nessa produção é, como de costume nos filmes do diretor, o Design de Produção. Com cores e motivos que remetem a década de 50, Burton conseguiu registrar uma sociedade atual tatuada com todas as características existentes na moda e nas decorações que eram o auge a meia década atrás. Destaque maior ainda para os marcianos verdes e suas espaçonaves em forma de tampa de panela. Os Marcianos por sinal foram feitos em CGI, mas com um certo Motion Blur diferenciado para dar uma impressão de animação Stop-Motion.

A trilha Sonora de Danny Elfman casou mais do que nunca a este universo retro e colorido criado por Burton. As diferentes locações exóticas (como o Cassino Luxor em Las Vegas, que por sua vez é em formato de uma pirâmide Egípcia, cujo outra teoria Alienigina envolve ET’s nas construções das pirâmides), a Casa Branca e Nova Iorque caíram como “uma luva” no filme.

Em minha opinião, existe apenas um erro no filme. Os realizadores parecem não acreditar no filme, pois se trata de uma comedia-homenagem. Isso não acontecia em filmes como “Konga” ou “Planeta Vermelho Ameaçador, onde os realizadores obviamente acreditavam no potencial de seus devidos projetos”.

Marte Ataca é diversão na certa e introduz o público aos grandes clássicos B e ficção científica. Após assistir o filme fica aquela vontade de relaxar e ver algum filme do Roger Corman.

MARTE ATACA01

TRAILER

4estrelas

Comente pelo Facebook

1 Comentário

  1. jose aguinaldo fontana

    Filme idiota e horroroso. Sem nexo.