MEU MALVADO FAVORITO 2 (Crítica)

MEU MALVADO FAVORITO 2

Por Kadu Silva

Os Minions seguram o filme

MEU MALVADO FAVORITO 2_01

Em 2010 chegou aos cinemas uma animação ousada, que trazia como protagonista um vilão. Esse diferencial chamou grande atenção do público e acabou fazendo Meu Malvado Favorito um surpreendente sucesso, principalmente por se tratar de um longa de um estúdio novo no mercado.

É lógico que não foi somente isso que foi responsável pelo sucesso, os carismáticos personagem e um bom roteiro também ajudaram para o feito.

Três anos depois e após enfrentar diversos problemas na pré produção, o filme ganha sua continuação. Ele chegou carregado de expectativa, e pergunta que todos faziam era, afinal, o estúdio Ilumination Entertainment iria conseguir surpreender novamente?

Como infelizmente é “comum”, em continuações, o filme não conseguiu mostrar nada de inventivo. O que vemos é a repetição de um formula de sucesso e pior com um inversão de valor do personagem principal, que diminuiu o peso dele na trama, dando para os Minions a responsabilidade de segurar “toda” a obra.

MEU MALVADO FAVORITO 2_02

Gru o rabugento vilão, que queria roubar a lua no primeiro filme e viveu um grande conflito sentimental com a chegada das garotinha, nessa sequência ele somente acaba por si só na função de paizão, perdendo sua essência de um homem mau.

Na parte 2 o Gru, é convocado por uma liga que combate vilões, para tentar ajuda-los na descoberta do roubo de um laboratório onde era fabricado uma substancia que transformava a mais doce das criaturas em uma terrível maquina de matar, ele foi escolhido pois por anos viveu como um terrível vilão. Gru então acaba aceitando a tarefa, e com a ajuda de agente Lucy, com quem acaba se encantando, entra nessa aventura.

O antes maléfico personagem, agora, se torna o herói, que novamente vive num dilema sentimental, com desfecho previsível, assim como toda a trama do roubo que permeia a narrativa.

O grande mérito do roteiro foi dar maior espaço para a criaturas amarelinhas, os grandes alicerces da graça e do encantamento do filme. Fato que já ocorria no primeiro, no entanto nesse filme eles acabam sendo o ingrediente para dar uma ajuda na formula manjada que a trama se desenrola. As várias performances musicais dos personagens acabam sendo os melhores momentos do longa-metragem. Destaque para a homenagem a Carmem Miranda que acontece no decorrer de uma delas.

Portanto Meu Malvado Favorito 2 mesmo repetindo um enredo batido, consegue com o carisma dos personagens e o encantamento dos Minions se tornar uma grande pedida para as férias da criançada.

Infelizmente para quem esperava algo mais (como eu), o filme acaba se tornando uma “pequena” decepção.

MEU MALVADO FAVORITO 2_03

DESTAQUE

Para o bom desenvolvimento da trama do casal Gru e Lucy.

SINOPSE

Uma agência que combate os vilões ao redor do mundo surge e será o novo desafio na vida do malvado Gru, que agora vive tranquilamente com suas filhas adotivas Agnes, Margo e Edith.

DIREÇÃO

Chris Renaud e Pierre Coffin

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Cinco Paul e Ken Daurio
Título Original: Despicable Me 2
Gênero: Aventura
Duração: 1h 38min
Ano de lançamento: 2013
Classificação etária: Livre

TRAILER

3estrelas

Comente pelo Facebook