O DESTINO DE JÚPITER (Crítica)

O DESTINO DE JUPITER

 

3estrelas

Por Victor Piacenti

O DESTINO DE JUPITER02

Vou começar sendo direto e dizendo que esse filme me surpreendeu. Quando vi os trailers e sinopse vi que era uma coisa meio tosca e o visual dos personagens me deixou sem vontade alguma de ver, tirando o fato de vários probleminhas de produção que me fizeram logo sentir o cheio de fracasso e coisa ruim. Esse foi um preconceito que tive e que impediu de acompanhar qualquer detalhe da divulgação de ‘O Destino de Júpiter’. Ao final da sessão tive uma grata surpresa pois o filme até que é legalzinho (mesmo com muitos poréns) e me divertiu, afinal algo que ao meu ver conta bastante para julgar o resultado de uma ficção científica é o quesito entretenimento, importantíssimo.

Na história somos apresentados a uma bonitinha, sofredora e guerreira chamada Júpiter Jones, que leva uma vida difícil ao ter que levantar de madrugada para ser uma espécie de empregada doméstica e trabalhar que nem uma jumenta pra viver no fundo do poço, sem namorado, sem vida social e sem dinheiro. O que a amada não sabe é que ela é uma espécie de reencarnação de uma rainha mutante alienígena de outro planeta (!!!!!!!!!) que simplesmente detém o título de.. tchanananã.. nada menos que DONA DO PLANETA TERRA. Óbvio que como já vimos em outros filmes, grandes poderes trazem grandes responsabilidades.. e que há outras pessoas que não vão sossegar enquanto não se banharem no sangue da nossa amiga do bem. Quando colocam a cobra pra fumar, um et com genes de lobo (!!!!!!!!!!) que manja muito de surfe imaginário intergaláctico (!!!!!!!!) chamado Caine, aparece dos céus para ajudar Júpiter a fazer a vida de seus inimigos mais difícil. VAMO LÁ, TIMÊÊÊ!

O DESTINO DE JUPITER01

Cara, sério, ao escrever a sinopse consegui notar o quanto a história é louca e relembrei de quando vi o trailer pela primeira vez. É uma coisa muito, muito, muito bizarra.. só que assistindo o filme e embarcando em sua proposta, acaba se tornando algo BEM divertido. Sério, imagina você receber a notícia de que é literalmente DONA do planeta terra e vir um cara do céu, QUE SURFA NO AR, pra te ajudar a combater alienígenas que querem te dar um chega pra lá, caramba, é a trama perfeita para quem gosta de desligar o cérebro e embarcar em algo totalmente lúdico. É uma produção extremamente hollywoodiana, com muitos efeitos e barulheira, praticamente um culto religioso pra quem gosta desse tipo de coisa, a molecada com certeza vai gostar muito. Eu esperava uma história absurdamente chata, mas me deparei com algo que me divertiu enquanto durou, mesmo sendo mais longo do que o necessário. A direção dos irmãos Watchowski é muito boa e consegue manter a história, os efeitos, principalmente sonoros, são ótimos e fazem você sentir bem a ação do filme. Enfim, pipocão pra quem não quer pensar muito e esquecer dos problemas. É crime? Não!

‘O Destino de Júpiter’ é um filme legal sim, isso não quer dizer que eu tenha amado ou que assistiria novamente, definitivamente não.. mas me divertiu e não vou negar que mordi MUITO a língua, pois realmente esperava uma bomba. Os protagonistas são bonitinhos, tem uma química legal, tem romance, tem suspense, tem ação, tem comédia.. tem tudo que Hollywood gosta e que a galera gosta também, afinal é sempre legal um pouquinho de destruição, barulheira e caos pra aproveitar o Dolby Digital Plus 3D HD EXTREME FULL TORNADO PLUS EXPERIENCE 3000 dos cinemas. Deu vontadinha? Assiste sim, é bem legal 🙂

O DESTINO DE JUPITER03

SINOPSE

Júpiter Jones (Kunis) nasceu sob um céu noturno, com sinais de que estava destinada a algo maior. Agora, já crescida, ela sonha com as estrelas, mas acorda para a fria realidade do seu trabalho limpando a casa dos outros e para uma sequência infindável de infortúnios. É somente quando Caine (Tatum), um ex-caçador militar geneticamente modificado, chega à Terra para localizá-la que Júpiter começa a vislumbrar o destino reservado a ela desde o início – sua assinatura genética a marca como a próxima na fila para uma herança extraordinária que poderia alterar o equilíbrio do cosmos.

DIREÇÃO

Andy Wachowski, Lana Wachowski

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Ava DuVernay e Paul Webb
Título Original: Jupiter Ascending
Gênero: Aventura, Ficção Científica
Duração: 2h 7min
Ano de lançamento: 2014
Classificação etária: 12 Anos

TRAILER

Comente pelo Facebook

2 Comentários

  1. Vinícius Sathler

    Filme é horrivel

  2. Gilvan Simplicio

    O filme é péssimo! O roteiro é cheio de falhas. A história não tem sentido algúm. A única coisa boa do filme são os efeitos visuais e algumas batalhas. As atuações são ruins, isso porque os personagens foram mal escritos, não pelos atores. Fiquei surpreso em como o Sean Bean aceitou fazer um filme tão ruim! rsrsrs