O FUTURO (Crítica)

O FUTURO

A melancolia minimalista em um filme catástrofe

Acho que o mais importante antes de dizer qualquer coisa sobre esse filme é comentar que ele não é feito para o público em geral, pois sua linguagem é totalmente fora do convencional – eu até diria que tem um pé no dadaísmo.

E não é de se estranhar, essa minha tese, já que a diretora é uma artística contemporânea, vanguardista, sua visão de mundo é totalmente criativa e com um pé em um mundo particular, para entender July tem que embarcar em sua viagem experimental.

Bom o filme mostra o casal depressivo Sophie (Miranda July) e Jason (Hamish Linklater), que nem determinado dia resolvem tentar encontrar um novo caminho para o futuro do casal. Ambos deixam seus empregos e resolvem adotar um gato doente para estabelecer entre eles um senso de responsabilidade.

O FUTURO02

Mas o patinha (o gato) está muito debilitado e ficará 30 dias internado até que o casal possa finalmente adotar do animal. Só que esses dias que antecedem a chegada de patinha gera no casal uma estremecida na relação. Jason começa a observar como ele vive numa profunda melancolia e que o modo como anda sua vida, vai acabar deixando ele um velho solitário e triste. Já Sophie conhece um anônimo e assim nasce uma relação extraconjugal ressaltando nela o quanto sua atual vida a dois está desestimulante.

Miranda July utiliza de uma linguagem particular, com apresentação de simbolismos e analogias para narrar sua trama. Ela estabelece que o fim dos dias vai ser solitário e depressivo, onde cada ser humano vai viver em um mundo egocêntrico, sem quase interação com o outro.

Um fato curioso é que July utiliza o gato como narrador da história, ele é uma espécie de filosofo sobre o futuro. Patinha sugere que a sociedade caminha para o caos e isso é inevitável.

O FUTURO03

Não se pode negar que July é extremamente criativa em desenvolver um filme simples com uma visão indie e minimalista sobre o fim dos tempos, mas por mais que se entre no seu “jogo” existe um exagero nessa forma diferente de narrar a trama – tanto que em alguns casos é impossível não rir do tom totalmente fora do convencional que a diretora opta.

No entanto esse lado da diretora de mostrar sua visão particular dos fatos à torna para muitos uma representante do diferente na telona é uma espécie de Spike Jonze de saias, e por isso é daquelas que ame ou odeie sua trabalho, não tem meio termo.

Minha única ressalva é que um filme tão autoral e experimental acaba se tornando uma obra que fica restrita a guetos. A mensagem interessante apresentada pela diretora não consegue atingir a um maior número de pessoas em função desse modo diferente e até meio esquisito de apresentar a história, com isso não estou sendo contra uma linguagem mais rebuscada só acredito que precisa encontrar o tom mais universal – Tata Amaral conseguiu isso no filme Hoje.

Enfim o filme O Futuro é uma obra fora da realidade que vivemos, mas, no entanto apresenta em suas esquisitices uma história bem criativa sobre o fim dos dias, por isso merece principalmente para estudantes de cinema ser conferido.

DESTAQUE

Para a direção de arte que soube explorar muito bem os simples cenários e transforma-los em algo original, dentro da proposta da diretora.

O FUTURO01

SINOPSE

Sophie (Miranda July) e Jason (Hamish Linklater) são um casal de classe média, com empregos poucos satisfatórios, e que decidem ter a experiência de cuidar de um filho durante um tempo, por isso optam por adotar um gato em fase terminal. Diante da responsabilidade que a adoção de um ser vivo representa, eles se angustiam e começam a buscar possibilidade de escapismo. A partir daí, do amadurecimento forçado, a perspectiva de vida do casal muda radicalmente, o que colocará em prova a fé deles em si próprios e nos outros.

ELENCO

[do action=”cast” descricao=”Miranda July (Sophie / Voice of Paw-Paw)” espaco=”x”]Miranda July[/do][do action=”cast” descricao=”Hamish Linklater (Jason)” espaco=”x”]Hamish Linklater[/do][do action=”cast” descricao=”David Warshofsky (Marshall)” espaco=”br”]David Warshofsky[/do]

DIREÇÃO

[do action=”cast” descricao=”Miranda July” espaco=”br”]dirMiranda July[/do]

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Miranda July
Título Original: The Future
Gênero: Drama
Duração: 1h 31min
Ano de lançamento: 2013
Classificação etária: 14 Anos

TRAILER


3emeio

Comente pelo Facebook