O HOBBIT: A BATALHA DOS CINCO EXÉRCITOS (Crítica)

310220id1_TheHobbit_TBOTFA_Alt_Intl_27x40_1Sheet

4emeio_certo

Por Kadu Silva

Um final épico, como era de se esperar

O HOBBIT A BATALHA DOS CINCO EXERCITOS03

Sabe aquela sensação, onde parece que você esta em outro plano? Quando você esquece de tudo ao seu redor e por alguns minutos entra em outra realidade? Pois é Peter Jackson, mais uma vez consegue nos levar “LITERAMENTE” a viver por mais de 2 horas na Terra Média, para seremos testemunhas do desfecho épico da aventura de Bilbo e os anões.

Logo de inicio, a cena que abre o longa, mostra ao espectador, que se trata de um filme que reserva grandes momentos de ação. E de fato é o que ele apresenta, de lutas com fantasmas de encher os olhos, as maravilhosas cenas de exército contra exército, que Jackson realiza como ninguém.

Nesta terceira e última parte da saga, o dragão Smaug enfurecido por ter sido expulso da montanha, solta sua ira nos moradores da Cidade do Lago. Paralelamente a isso o líder dos anões Thorin, se prepara para uma possível invasão dos exércitos dos demais reinos, depois de recuperar sua terra natal, onde Smaug guardou diversas riquezas. Para isso ele passa por cima de amizades e até de sua honra. E como aconteceu em todas as demais sequencia Bilbo é o responsável por encontrar uma solução para permitir paz no futuro da Terra-Média.

Diferente das duas primeiras partes, Jackson não arrasta as tramas paralelas, tudo vai sendo concluído no tempo correto, preparando assim o espectador para a grande batalha final. Com isso o diretor consegue um impressionante ritmo narrativo para a trama. Mesmo usando os planos aberto nas deslumbrantes locações e detalhando em diversos ângulos as diversas lutas que acontecem no decorrer da projeção, nada parece forma de tom na telona. Há um envolvimento do começo ao fim, é impossível ficar imune a jornada que vemos diante dos olhos.

Tecnicamente vemos um filme quase perfeito. Direção de arte formidável, fotografia idem, efeitos visuais para deixar qualquer um hipnotizado, edição adequada, sabendo dar o ritmo ideal para contar este desfecho da trama e a trilha sonora de Howard Shore, mais uma vez fazendo jus ao que se espera de um compositor tão renomado e que já assinou grandes obras.

O HOBBIT A BATALHA DOS CINCO EXERCITOS01

Assim como aconteceu na saga dos anéis, Jackson filmou os três longas de uma só vez e dividiu em três partes, portanto analisar certos detalhes é se repetir no que já foi dito na crítica dos demais. Vale ressaltar que o filme realmente apresenta uma trama simples, fato que justifica, a origem de seu roteiro, que é de uma serie de livros infantis de J.R. Tolkien, o mesmo autor da saga dos Senhor dos Anéis, mas Jackson soube transformar esta aventura em uma mágica e envolvente trama, que vai certamente encantar crianças e adultos.

Assim como aconteceu nos demais longas, o diretor faz conexão direta e indiretamente com a trilogia dos anéis, e neste longa de conclusão, não é diferente. Ele dá ao anel uma importância fundamental para concluir a história, trazendo assim, ao espectador uma memória afetiva inconsciente do que ele já foi testemunha.

Para quem ama a Terra-Média e seus personagens únicos, certamente irá mais uma vez se encantar e curtir cada segundo em companhia deles, até porque existe a grande chance de ser a última vez que iremos vê-los em uma história inédita na telona. Este clima de nostalgia é fortemente mostrado no desfecho do longa, que é previsível, mas é exatamente o que os fãs estão esperando.

O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos conclui de forma épica, mas uma trilogia de Peter Jackson. Afinal ele prova mais uma vez, que sabe como ninguém narrar histórias fantasiosas com um arco dramático perfeito, ainda que tenha em mãos um material simples e infantil como é o caso da trilogia O Hobbit.

Portanto o que fica ao final dos créditos, que ainda que o filme possa ter errado aqui ou ali, não tem preço voltar a viver alguns minutos nesta encantadora e inesquecível Terra-Média e lá testemunhar as aventuras inesquecíveis que por lá acontecem. Aventuras estas que viverão para sempre em nossos corações.

O HOBBIT A BATALHA DOS CINCO EXERCITOS02

SINOPSE

A épica conclusão das aventuras de Bilbo Bolseiro, Thorin Escudo-de-Carvalho e a Companhia de Anões. Tendo recuperado sua terra natal do dragão Smaug, a Companhia involuntariamente despertou uma força mortal para o mundo. Enfurecido, Smaug espalha sua ira sobre homens, mulheres e crianças indefesas da Cidade do Lago. Obcecado pelo tesouro recuperado, Thorin sacrifica amizade e honra para guardá-lo enquanto Bilbo tenta de todas as formas fazê-lo ver a razão, o que leva o Hobbit a uma decisão desesperada e perigosa. Mas há ameaças ainda maiores pela frente. Invisível para todos exceto para o Mago Gandalf, o grande inimigo Sauron enviou legiões de orcs para um ataque surpresa à Montanha Solitária. Enquanto a escuridão cresce, os anões, elfos e homens devem tomar uma decisão: ou se unem ou serão destruídos. Bilbo se encontra lutando por sua vida e pela de seus amigos na épica Batalha dos Cinco Exércitos, com o futuro da Terra-Média em jogo.

DIREÇÃO

[do action=”cast” descricao=”Peter Jackson” espaco=”br”]Peter Jackson[/do]

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Fran Walsh, Philippa Boyens, Peter Jackson e Guillermo del Toro
Título Original: The Hobbit: The Battle of the Five Armies
Gênero: Aventura, Ação
Duração: 2h 24min
Ano de lançamento: 2014
Classificação etária: 12 Anos

TRAILER

Comente pelo Facebook