O MENSAGEIRO (Crítica)

O MENSAGEIRO_alt

3estrelas

Por Kadu Silva

Ácido, mas infelizmente um pouco entediante

O MENSAGEIRO03

A sociedade norte americana é conhecida pelo forte patriotismo e está paixão pela nação é sempre vista em suas produções cinematográficas, mas algumas obras mostram um lado que eles gostariam de não mostrar para o resto do mundo. Como é o caso do longa O Mensageiro.

Estas produções em geral são independentes, sem grandes divulgações comerciais, mas merecem a atenção exatamente por mostrar um lado de pouco glamour dos iaques.

Em O Mensageiro, Gary Webb (Jeremy Renner) é um jornalista investigativo, que se torna algo de intensa campanha de difamação da imprensa norte americana, após denunciar o envolvimento da CIA com o tráfico de drogas de rebeldes da Nicarágua. Com isso precisa decidir se vai em frente com as denuncias ou se protege sua família e sua vida, já que é uma história muito real para se publicar, a que tem em mãos.

O roteiro embasado em fatos reais, buscou inspiração nos livros “Kill the Messenger”, escrito por Nick Schou, e “Dark Alliance: The CIA, the Contras, and the Crack Cocaine Explosion” do próprio Gary Webb, foi escrito por Peter Landesman (Desaparecidos).

O MENSAGEIRO02

Landesman constrói a trama do longa num thriller de suspense bem interessante, já que as descobertas de Gary aos poucos vão deixando o clima tenso para o protagonista. O grande problema é que a narrativa se estende além da conta. Por dois momentos, imagina-se que o longa já terminou, ou seja, poderia reduzir algumas cenas para fluir melhor o contar da história.

O ótimo diretor Michael Cuesta (responsável pela direção de episódios de várias séries como A 7 sete palmos, Dexter e Homeland), consegue criar a atmosfera de tensão e medo que a trama precisa, mas nem ele consegue amarrar o roteiro no terceiro ato e como já citei, parece que estamos vendo vários finais.

Mesmo apresentando este problema, a trama consegue envolver o espectador, já que Cuesta consegue nos sensibilizar com o drama pessoal de Gary e queremos saber, como vai terminar está encrenca que ele se meteu. O interessante, que Cuesta usa a visão de Gary para contar a história em diversos momentos a câmera está em primeira pessoa, tudo para aproximar o público do drama do personagem.

Jeremy Renner está excelente no papel do jornalista. A transformação que o personagem passa no decorrer da história é mostrada de forma perfeita. Do auge em conseguir uma história “perfeita” até o medo pelas acusações levianas, que seus colegas começam a fazer.

Outro ponto que também deixa a desejar é a edição, já que ela poderia tentar consertar o problema de ritmo narrativo, que já apontei.

Apesar de entediante em alguns momentos, pela sua quebra de ritmo narrativo, O Mensageiro consegue mostrar mais uma história nada bonita de uma das nações mais patriota do mundo e por isso merece nossa atenção.

O MENSAGEIRO01

SINOPSE

O Mensageiro conta a história real do repórter investigativo Gary Webb (Jeremy Renner), que desvendou um esquema de tráfico de cocaína envolvendo agentes da CIA e grupos rebeldes da Nicarágua. Quando passa a entender os planos da organização, ele acaba colocando em risco sua carreira e sua família. Agora, Gary precisa decidir entre proteger tudo o que é mais importante em sua vida ou se arriscar divulgando uma história que é real demais para ser publicada.

DIREÇÃO

[do action=”cast” descricao=”Michael Cuesta” espaco=”br”]Michael Cuesta[/do]

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Peter Landesman
Título Original: Kill the Messenger
Gênero: Suspense
Duração: 1h 52min
Ano de lançamento: 2014
Classificação etária: 14 Anos

TRAILER

Comente pelo Facebook