O Segredo de Davi (Crítica)

Kadu Silva

Mergulho mental

Assim como acontece com diversos cineastas no Brasil e no mundo O Segredo de Davi é um reflexo de seu criador, já que o grande segredo que envolve o filme foi por muito tempo um “problema” para o estreante diretor Diego Freitas, mas como se trata de um filme de suspense, tem que assistir para saber qual é.

No filme o tímido estudante de cinema Davi (Nicolas Prattes) tem como hábito filmar pessoas desconhecidas. Em determinado momento ele acaba usando sua lente para registrar uma série de crimes que ele mesmo comete e posta em seguida na internet, mas esse segredo é ameaçado e Davi terá que encontrar meios para não ser pego.

O roteiro original de Diego é complexo, cheio de leituras. Pode ser de fácil interpretação para quem já tem um repertório grande na sétima arte e/ou pode também ser um pouco mais difícil para quem não é muito acostumado a uma história que não mastiga tudo e é repleta de símbolos e usa a filosofia como base para seu desenvolvimento.

Diego utiliza o realismo fantástico para criar sua trama e assim a linha narrativa não é linear e mesmo os acontecimentos quase nunca beiram o real, mas tudo faz parte do universo mental complexo e excêntrico de Davi, dessa forma o diretor nos convida a mergulhar nessa mente de cores vibrantes e arquétipos de um serial killer diferente dos que estamos acostumados a ver nas telonas.

O Segredo de Davi (Crítica)

Esse serial killer é vivido magistralmente por Nicolas Prattes que estreia no cinema num personagem complexo e cheio de camadas, que o jovem ator mesmo sem um repertório parece ter incorporado a imagem que o diretor idealizou para seu Davi, tanto é que Nicolas relata que chegou a desmaiar em cena, tal foi a intensidade que ele precisou chegar nesse papel.

Tecnicamente o filme é um primor, além da bela fotografia, a trilha sonora é marcante e consegue criar um clima claustrofóbico e denso para a narrativa, a direção de arte é brilhante, pois sabe usar dos símbolos para compor o cenário que é fundamental para contar a história e logicamente que a maquiagem e os efeitos visuais acompanham esse bom desempenho.

Não tem como aprofundar muito na análise da trama, pois o segredo de Davi precisa ser descoberto por quem assistir, mas é interessante que seja notado algumas críticas importantes feitas por Diego como: o fanatismo religioso, traumas de infância, analfabetismo virtual e assim por diante.

O Segredo de Davi é daqueles filmes que te desafiam como espectador e por isso fica por um bom tempo povoando a mente.

Pôster de divulgação: O Segredo de Davi

Pôster de divulgação: O Segredo de Davi

SINOPSE

O tímido estudante de cinema Davi (Nicolas Prattes) esconde um passado sombrio. Ele acaba se transformando num serial killer que fica famoso por filmar as vítimas e colocar na internet. À medida que as mortes acontecem, o seu segredo fica ainda mais ameaçado.

DIREÇÃO

Diego Freitas Diego Freitas

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Diego Freitas
Título Original: O Segredo de Davi
Gênero: Suspense
Duração: 1h 52min
Classificação etária: 14 anos
Lançamento: 22 de novembro de 2018 (Brasil)

Comente pelo Facebook