OS 8 ODIADOS (Crítica)

OS 8 ODIADOS

3estrelas

Por Elisabete Alexandre

OS 8 ODIADOS03

Algo que me surpreende nos filmes do Tarantino é a sua capacidade em construir bons diálogos, como roteirista sei muito bem que essa é uma das partes mais complicadas na criação de uma narrativa, onde pode colocar tudo a perder, ou exatamente o contrário, onde irá ganhar o público.

Sempre foi assim comigo e Tarantino, ele me ganha com os seus diálogos, ótimo exemplo é um enorme e tenso no começo de Bastardos Inglórios entre o personagem Col. Hans Landa, interpretado pelo maravilhoso Christoph Waltz (Deus da Carnificina), e o fazendeiro que escondia judeus no seu porão, era algo nesse nível que esperava ver em “Os 8 Odiados” e não cochilar três vezes durante o filme.

Samuel L. Jackson (Django) é Major Marquis Warren, um caçador de recompensas sozinho numa estrada esperando uma carona que o leve ao seu destino: a cidade de Red Rock, e quem a oferece é um “colega de profissão”, John Ruth (Kurt Russell, de Grindhouse), que também está a caminho da mesma cidade para entregar a sua prisioneira, a fugitiva Daisy Domergue (Jennifer Jason Leigh, de Em Carne Viva), mas uma forte nevasca os obrigam a ficar numa estalagem no meio do nada, onde outras pessoas já estavam, completando o quadro dos oitos personagens da trama, porém, naquela cabana, ninguém realmente é quem diz ser e tudo vira uma espécie de “cada um por si”.

Como mencionei no início, Tarantino é admirável quando o assunto é diálogos, em “Os 8 Odiados”, onde praticamente todo o longa se passa num mesmo cenário, vemos o momento ideal para explorar ainda mais essa sua capacidade e chegar a algo próximo da perfeição nesse quesito, mas algo deu errado no caminho.

OS 8 ODIADOS01

Não estava brincando quando disse que cochilei três vezes durante a sessão, foi realmente muito difícil conseguir me manter acordada, a narrativa do filme não te prende e as quase 3 horas tornam-se eternas! Em uma história onde a construção dos personagens seria o principal, já que quase não há mudanças de ambientes, faltou desenvolver melhor os mesmos, suas personalidades, seus passados e até mesmo características físicas marcantes que podem dizer algo a mais sobre eles, todos são caricatos demais, até mesmo para o estilo do próprio Quentin Tarantino. Samuel L. Jackson, inclusive, parece mais do mesmo de outros personagens já vividos por ele em outros filme do diretor, o ator de Nebraska, Bruce Dern que vive o personagem General Sandy Smithers, é bem pouco explorado, uma pena, e talvez a única surpresa, se é que posso dizer desta forma já que na verdade seria melhor me referir a única personagem que faz jus do que seria a qualidade Tarantino, é a da atriz Jennifer Jason Leigh, Daisy Domergue, a única figura feminina entres os mais importantes e a personagem mais bem pensada de toda a trama.

Ok, são inegáveis os pontos fortes do filme, tais como a fotografia e o fato dele ter sido filmado em 70mm, formato que não veio para o Brasil, pois não há por aqui equipamento para a reprodução do mesmo, infelizmente, porque eu gostaria muito de ter visto o filme no seu formato original, de qualquer forma, apenas isso não sustenta o longa, saí do cinema bastante triste e decepcionada, esperava mais, muito mais. Todavia, talvez seja como o próprio Tarantino disse durante a sua coletiva aqui no Brasil, num primeiro momento podemos não gostar de “Os 8 Odiados”, mas daqui uns anos, quando o assistirmos novamente, interpretaremos o filme por um novo ponto de vista e passaremos a amá-lo. Bem, eu gostaria de tê-lo amado quando o vi pela primeira vez, não futuramente, quando tiver a paciência para rever, se é que isso irá acontecer. Num primeiro momento, recomendo que aguarde para ver o longa em casa, se for mais cômodo, inclusive, divida-o em duas partes, assim, provavelmente, você não correrá o risco de dormir durante o filme, assim como eu fiz no cinema, talvez dê certo.

OS 8 ODIADOS02

SINOPSE

Alguns anos após a Guerra Civil Americana, oito personagens ficam presos em uma estalagem no meio do nada esperando que uma forte nevasca passe, são eles: os caçadores de recompensas John Ruth (Kurt Russell) e o Major Marquis Warren (Samuel L. Jackson), a fugitiva Daisy Domergue (Jennifer Jason Leigh), prisioneira de John, Oswaldo Mobray (Tim Roth), o enforcador de Red Rock, cidade-destino dos caçadores de recompensas, Chris Mannix (Walton Goggins), que diz ser o mais novo xerife dessa mesma cidade, Joe Gage (Michael Madsen), um vaqueiro, General Sandy Smithers (Bruce Dern) e Bob (Demián Bichir), que diz estar tomando conta da estalagem na ausência da verdadeira proprietária. O tempo que essas pessoas passarão juntas mostrará a elas que ninguém é mesmo quem diz ser, todos escondemos segredos.

DIREÇÃO

[do action=”cast” descricao=”Quentin Tarantino” espaco=”br”]Quentin Tarantino[/do]

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Quentin Tarantino
Título Original: The Hateful Eight
Gênero: Drama, Comedia
Duração: 2h 48min
Ano de lançamento: 2016
Classificação etária: 18 anos
Lançamento: 7 de janeiro de 2016 (Brasil)

TRAILER

Comente pelo Facebook