PéPequeno (Crítica)

Kadu Silva

Revelando suas crenças limitantes

Não é de hoje que as animações usam do universo fantástico e lúdico como forma de debater alguns “problemas” sociais que ainda nos limitam. Muito dessa estratégia se encontra na intenção de conseguir a atenção não só das crianças, mas também dos adultos e adolescentes.

No filme Pépequeno esse formato é novamente usado e de uma forma muito eficiente, principalmente na questão das pautas de reflexão que são apresentadas, já no quesito cinematográfico é um resultado “mais do mesmo”, bem previsível!

No filme um yeti, conhecido como o Abominável Homem das Neves, vê pela primeira vez um ser humano, chamado por eles de pé pequeno, mas na comunidade onde ele vive, todos negam a existência com veemência, mas o jovem yeti resolve ultrapassar essa doutrina ancestral e buscar uma forma de provar que está dizendo a verdade.

O roteiro do também diretor Karey Kirkpatrick (A Fuga das Galinhas), como já foi citado usa uma estrutura bem clássica de redenção, com todos seus clichês e frases de efeitos, inclusive plot twist são óbvios, no entanto, fica claro que é essa a intenção, já que o roteiro capricha no conteúdo que irá pautar a trama, e que merece ser olhado com atenção para debater e tentar eliminar de nossa sociedade males como: preconceito, as crenças limitantes por medos e assim por diante.

PéPequeno (Crítica)

Ter uma história que olha o diferente e respeita isso ao invés de atacar é fundamental para os dias de hoje, onde (infelizmente) a intolerância ganha força com discurso de pessoas que estão no poder ou querem chegar lá, só por isso o filme entra em outro patamar.

Vale destacar ainda no roteiro a construção dos personagens, que são extremamente carismáticos e com um arco dramático muito bem estabelecido ao longo da trama. Esse background facilitou no uso do humor que faz um ótimo diferencial no envolvimento com a história, rapidamente estamos torcendo pelos personagens e encantados com o desenrolar dos acontecimentos.

Tecnicamente é outro primor, os gráficos são impressionantes, quando você presta atenção nos pelos dos yetis, fica claro o cuidado com os detalhes, os cenários também são geniais, inclusive, existe em determinado momento uma brincadeira extremamente criativa com o Pac Mac , e como geralmente acontece em animações as canções são maravilhosas e mais que isso, fundamentais para nos colocar no clima de aventura que a história quer levar.

PéPequeno é encantador, mas principalmente necessário para trazer para a sociedade uma mensagem de tolerância ao diferente, fundamental nos dias de hoje!

Pôster de divulgação: PéPequeno

Pôster de divulgação: PéPequeno

SINOPSE

Um yeti, criatura conhecida como o Abominável Homem das Neves, está indo na contramão do que todos os seus semelhantes acreditam: ele tem a certeza que os seres humanos, para eles até então um mito, realmente existem, mesmo que todos da sua espécie neguem com veemência. Mas ele não irá desistir tão fácil de provar sua tese.

DIREÇÃO

Karey Kirkpatrick  Karey Kirkpatrick

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Karey Kirkpatrick
Título Original: Smallfoot
Gênero: Aventura
Duração: 1h 37min
Classificação etária: 6 Anos
Lançamento: 27 de setembro de 2018 (Brasil)

Comente pelo Facebook