PRONTA PARA AMAR (Crítica)

pronta-para-amar

Comédia Romântica tocante

É chato começar mais uma resenha falando a mesma coisa, mas não tem jeito. Quando resolvi assistir esse Pronta para Amar eu não tinha o menor animo, pois achava que seria um filme bobo e sem graça, ainda mais pela protagonista que não gosto, mas para minha surpresa (felizmente) o filme não é uma bomba, pelo contrario é um retrato comovente que apesar de usar uma formula manjada e exagerar dos clichês é muito bom de assistir.

Possivelmente você já assistiu a uma comédia romântica ou um romance em que o protagonista está doente e por algum acaso do destino ele se apaixona perdidamente por alguém e essa paixão acaba por se tornar o alento para o momento trágico de sua vida, ou em muitos casos é o “presente” divino para aguentar os últimos dias de vida, certo? Só ao escrever isso lembrei de uns 10 filmes, então quando você for ver Pronta para amar fique ciente que vai ver mais um filme que tem essa formula.

O primeiro ato do filme é talvez seu principal problema, pois ele segue para uma linha meio besteirol americano, tornando esse parte totalmente destoante do total da película, até poderíamos entender a ideia da diretora em ressaltar o espírito livre e divertido da protagonista, mas acho que ela perdeu um pouca a mão no tom certo.

Mas para compensar esse grave erro o filme tem o segundo e o terceiro ato que salvam a película, acontece quando entra Gael García Bernal e assim a história entre nos eixos, tornando mais densa e comovente a narrativa da protagonista, sem deixar de lado o tom descontraído que está na proposta inicial do longa-metragem.

A diretora Nicole Kassell utiliza da delicadeza e descontração para contar a história, mas para não sair do fator comum pega todos os clichês possíveis e coloca no filme, mas para contrabalançar em alguns momentos sai da zona de conforto e faz cenas lindas, como no momento em que Marley (Kate Hudson) sonha estar nadando em um lago, é de encher os olhos. A utilização do lúdico para algumas passagens também vale o destaque por isso no balanço geral ela segura bem o filme.

PRONTA PARA AMAR02

E por falar em Kate Hudson, tenho que dar a mão a palmatória, ela consegue aqui me conquistar totalmente, principalmente no momento da mudança dramática da personagem, sabendo dosar perfeitamente o tom. Dos filmes dela que assisti é a melhor interpretação sem dúvida.

Outro ótimo destaque é Gael García Bernal que mais uma vez se sai bem em sua atuação, jovem e excelente ator, mas em se tratando de elenco o filme ainda tem participações SENSACIONAIS, são elas Whoopi Goldberg (que delicia ve-la novamente na telona) , Kathy Bates (um monstro, me fez chorar muito nesse filme) e ainda todo o restante do elenco, que se apresentam afinadíssimos no longa-metragem.

O que poderia dizer é que mesmo sendo mais do mesmo, a sutileza misturada com a pitada de bom humor faz desse filme uma ótima pedida, mas tenho que deixar um alerta, se você for daqueles (as) que chora ao ver um filme, se prepare que o terceiro ato é para te deixar de olhos inchados (risos).

O Ccine recomenda, principalmente para as mulheres, que acredito irão se identificar muito mais com a protagonista e principalmente se emocionar com sua tocante e bem humorada história.

DESTAQUE

Trilha sonora maravilhosa, só de ter Macy Gray já valeria o ingresso. “Beauty In the World”.

SINOPSE

Nova Orleans. Marley Corbett (Kate Hudson) é uma jovem divertida que tem medo de se entregar completamente em um relacionamento. Ela tenta usar o humor para impedir que os problemas se agravem, mas é pega de surpresa quando, ao visitar o médico Julian Goldstein (Gael García Bernal), descobre que está com uma doença grave.

PRONTA PARA AMAR01

ELENCO

[do action=”cast” descricao=”Kate Hudson (Marley Corbett)” espaco=”x”]Kate Hudson[/do][do action=”cast” descricao=” Gael García Bernal (Julian Goldstein)” espaco=”x”]Gael Garcia Bernal[/do][do action=”cast” descricao=”Kathy Bates (Beverly Corbett)” espaco=”x”]Kathy Bates[/do][do action=”cast” descricao=”Whoopi Goldberg (God)” espaco=”br”]Whoopi Goldberg[/do]

DIREÇÃO

[do action=”cast” descricao=”Nicole Kassell” espaco=”br”]Nicole Kassell[/do]

FICHA TÉCNICA

Título Original: A Little Bit of Heaven
Gênero: Comédia Romântica
Duração: 1 hr 46 min
Ano de lançamento no Brasil: 2011

TRAILER

3estrelas

Comente pelo Facebook

1 Comentário

  1. Allan Cordeiro

    Na capa diz que é comovente, mas não vi nada disso.