RUSH – NO LIMITE DA EMOÇÃO

Rush1

5estrelas

Por Kadu Silva

O retrato fiel da era dourada da Fórmula 1

RUSH02

Vou ser sincero, tudo que saiu sobre Rush, trailers, pôsteres, imagens, nada me fazia ter muito interesse no longa-metragem, possivelmente isso pode estar acontecendo com muitas pessoas também – acredito que a distribuidora esteja encontrando dificuldades na “venda” do filme pela temática (suposição). Fui na cabine com o objetivo de ver para escrever para você leitor, mas para minha enorme surpresa, tive o prazer de assistir um dos melhores filmes do ano, até agora.

O longa retrata a temporada de 1976, a mais famosa e lendária do circuito da Fórmula 1 até hoje, nela encontrava-se dois grandes pilotos, o carismático James Hunt (Chris Hemsworth) e o perfeccionista Niki Lauda (Daniel Brühl), e eles disputaram ponto a ponto a liderança da temporada.

O diretor Ron Howard (Uma Mente Brilhante, O Código da Vinci), junto com o excelente roteirista Peter Morgan (Frost/Nixon, A Rainha), desenvolve com grande habilidade a personalidade oposta dos dois pilotos, um mulherengo, estrela dentro e fora da pista e o outro disciplinado e sério, que encontravam nessa diferença de personalidade um dos estopins da rivalidade que só cresce ao longo do tempo entre eles.

E Howard formidável na direção mais uma vez, conseguindo mais que retratar a vida dos pilotos e a emoção do campeonato daquele ano, ele consegue causar no espectador as sensações que os personagens estão sentindo, ele consegue nos colocar dentro do carro de Fórmula 1, para sentirmos exatamente o porque da paixão daqueles dois homens pela velocidade. E o mais interessante, não existe julgamento do que é o certo ou errado, o público assim como aconteceu na vida real escolhe seu favorito.

Howard ainda se destaca na condução do elenco, dando para Chris Hemsworth seu melhor momento no cinema até agora – fica evidente a mão do diretor nas reações do ator, frente a dramaticidade da narrativa.

RUSH04

E por falar em narrativa, mais um mérito para conta dele (diretor), mesmo com mais de duas horas de duração, não é notado em nenhum momento, que o tempo passa diante dos olhos, afinal conseguimos mergulhar completamente na trama, e desde do início já escolhemos por quem iremos torcer naquela disputa histórica.

Para completar a lista de estrelas, quem assina a trilha sonora, precisa e emocionante do longa-metragem é Hans Zimmer, mas no quesito técnico o destaque fica para edição ágil e veloz, fundamental para contar todas as lendárias passagens dessa história, sem se alongar e principalmente sem se tornar vulgas.

Há de se destacar também a direção de arte que foi precisa em retratar com riqueza de detalhes os anos 70, de um objetivo de sala simples ao designer dos carros, o mesmo se aplica para os figurinos que estão perfeitos.

Rush – No Limite da Emoção consegue de forma pontual mostrar que pode existir sim rivalidade sadia, daquelas que nos fazem ir além dos nossos limites. Além disso desmitifica mitos sobre o que é certo ou errado para ser um campeão. Muitas vezes o seu “inimigo” é o seu maior incentivo para a glória.

Rush é sem dúvida daqueles filmes que mexem profundamente no limite de sua emoção, difícil esquecê-lo tão cedo, principalmente pelas inúmeras cenas fortes e marcantes que marcam a trajetória da narrativa.

Nem precisa dizer que é uma obra imperdível para quem ama a velocidade e claro também o cinema.

RUSH01

DESTAQUES

Mais um destaque notável é a fotografia que utiliza da paleta em tons pasteis para dar o ar retrô para a fita. E outro momento brilhante é no trabalho de maquiagem (para quem conhece a história do filme sabe o quanto seria necessário um bom trabalho de maquiagem).

SINOPSE

Anos 1970. O mundo sexy e glamouroso da Fórmula 1 é mobilizado principalmente pela rivalidade existente entre os pilotos Niki Lauda (Daniel Brühl) e James Hunt (Chris Hemsworth). Eles possuíam características bem distintas: enquanto Lauda era metódico e brilhante, Blunt adotava um estilo mais despojado, típico de um playboy. A disputa entre os dois chegou ao seu auge em 1976, quando ambos correram vários riscos dentro do cockpit para que pudesse se sagrar campeão mundial de Fórmula 1.

ELENCO

[do action=”cast” descricao=”Chris Hemsworth (James Hunt)” espaco=”x”]Chris Hemsworth[/do][do action=”cast” descricao=”Daniel Brühl (Niki Lauda)” espaco=”x”]Daniel Bruhl[/do][do action=”cast” descricao=”Alexandra Maria Lara (Marlene Knaus)” espaco=”x”]Alexandra Maria Lara[/do][do action=”cast” descricao=”Olivia Wilde (Suzy Miller)” espaco=”br”]Olivia Wilde[/do]

DIREÇÃO

[do action=”cast” descricao=”Ron Howard” espaco=”br”]Ron Howard[/do]

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Peter Morgan
Título Original: Rush
Gênero: Drama
Duração: 2h 03min
Ano de lançamento: 2013
Classificação etária: 14 anos

TRAILER

Comente pelo Facebook

1 Comentário

  1. Denise

    Vi no sábado e gostei muito, filmão!!!