SERÁ QUE? (Crítica)

Sera Que

4estrelas

Por Pedro Vieira

SERA QUE03

As narrativas do gênero comédia romântica pouco mudaram no decorrer do tempo. Quando o espectador vai ao cinema ver uma dessas histórias, ele geralmente já sabe o que esperar. O gênero, porém, tem conseguido sobreviver ao se adaptar à sociedade de cada época. No mundo atual, onde fervilham referências à cultura pop e à cultura hipster, a comédia romântica “Será Que?” (What If) consegue fazer isso muito bem.

Daniel Radcliffe interpreta Wallace, um jovem que largou a faculdade de medicina e acabou de terminar um relacionamento. Em uma festa, ele conhece Chantry (Zoe Kazan) e logo os dois começam uma amizade. O problema é que Wallace quer mais que apenas ser amigo da garota, enquanto Chantry está feliz em um relacionamento com seu namorado Ben (Rafe Spall).

Para contar essa simples história, o longa utiliza de referências comuns aos jovens. Os dois protagonistas falam de música, gostam do filme “A Princesa Prometida” (um clássico do final da década de oitenta) e o principal elemento que os liga é a comida – algo considerado tão pouco romântico, mas que aqui ganha simbolismo. Chantry trabalha em uma produtora de animação, e em diversos momentos seus desenhos surgem animados e refletem os sentimentos da personagem como belas metáforas. São elementos como estes (as músicas, o filme, a comida e a animação), que fazem com que o público ao qual o filme é destinado se identifique, e o insere bem em meio às produções contemporâneas.

SERA QUE02

O roteiro é crível e não peca por mostrar um romance idealizado, onde os personagens se apaixonam à primeira vista. Muito pelo contrário, a força da história está nos problemas ali exposto, corriqueiros a qualquer relação, e em como o amor pode ser mal interpretado. Por isso é fácil de afeiçoar a Wallace e Chantry, porque eles se assemelham a qualquer pessoa, são seres humanos comuns com medos e dúvidas comuns. A boa química dos protagonistas também ajuda o público a se acomodar com os personagens. Destaque para Radcliffe, que apesar da interpretação simples, conseguiu de vez se livrar da imagem do protagonista da saga “Harry Potter”. Aqui ele é apenas Wallace: um jovem como qualquer outro com dificuldade de relacionamento.

Apesar dos problemas tratados, em nenhum momento o clima do filme fica pesado. As piadas estão ali justamente para isso: quebrar um pouco o drama de algumas passagens. E elas funcionam bem, com o filme conseguindo até mesmo utilizar em uma divertida passagem o humor físico sem que se torne estranho ou demasiadamente bobo.

Não há nada de surpreendente na história como um todo, mas “Será Que?” é um filme que consegue cativar o público de ambos os gêneros. Possui um roteiro sólido e simples, capaz de prender a atenção, além de uma boa atuação dos dois protagonistas que conseguem conduzir o filme se problemas. Graças à caracterização das relações românticas e dos jovens atuais, pode-se dizer que este seja um filme do seu tempo, um filme que é capaz de agradar o público contemporâneo.

SERA QUE01

SINOPSE

Wallace (Daniel Radcliffe) está sozinho há um ano, após terminar com a namorada depois de vê-la com outro homem. Encerrado o período de luto pelo fim do relacionamento, ele acredita que é hora de seguir em frente. Um dia, em uma festa organizada pelo melhor amigo Allan (Adam Driver), ele conhece Chantry (Zoe Kazan), a prima dele. Não demora muito para que o papo entre eles flua naturalmente e Wallace se ofereça para levá-la até em casa. Mas, ao chegar, ele descobre que Chantry tem um namorado, Ben (Rafe Spall), o que o desanima. Dias depois, Wallace e Chantry se reencontram por acaso e, após uma rápida conversa, decidem ser apenas amigos. A partir de então, eles andam juntos por tudo quanto é canto, apesar de Wallace nutrir um sentimento romântico por ela.

DIREÇÃO

[do action=”cast” descricao=”Michael Dowse” espaco=”br”]Michael Dowse[/do]

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Elan Mastai
Título Original: What If
Gênero: Comédia , Romance
Duração: 1h 42min
Ano de lançamento: 2014
Classificação etária: 12 Anos

TRAILER

Comente pelo Facebook