SILENT HILL – REVELAÇÃO (Crítica)

SILENT HILL

Por Kadu Silva

Game over total

SILENT HILL03

Silent Hill – Revelação é a continuação de Terror em Silent Hill – para quem não lembra muito do primeiro longa de 2006, Rose (Radha Mitchell) é uma mulher desesperada com a misteriosa doença terminal que sua filha Sharon (Jodelle Fernand). Sem saber o que fazer para tentar salvar a filha, Rose decide encontrar a cidade que ela vive mencionando quando está com febre, a fim de encontrar alguma resposta, esta cidade é Silent Hill. Chegando por lá, mãe e filha se desencontram e Rose então entra numa verdadeira aventura para tentar encontrar a filha numa cidade sombria, cheia de figuras bizarras e repleta de armadilhas.

Nesse primeiro filme a equipe envolvida na produção era de primeira linha a começar pelo diretor francês Christophe Gans, que conseguiu extrair pela primeira vez a verdadeira essência de um game e transforma-la em filme, de fato foi um marco.

Apesar da aprovação dos fãs e do relativo sucesso, sua continuação demorou sete anos para acontecer. Silent Hill: Revelação, chega agora sem a equipe do longa inicial e sem grandes nomes no elenco.

Na história Heather (Adelaide Clemens) que na verdade é a Sharon do primeiro filme, e seu pai (Sean Bean) estão fugindo de supostas forças malignas que querem levar Heather de volta a Silent Hill. Após finalmente as tais forças conseguirem sequestrar seu pai, Heather é obrigada a ir à cidade sombria para tentar salva-lo.

SILENT HILL01

Acredite o roteiro é esse mesmo, e pior, assistindo, é ainda mais bizarro, porque seu desenvolvimento é completamente sem pé nem cabeça. É como se o longa fosse uma cocha de retratos com várias cenas que se juntaram, que nada tem a ver uma com a outra com clareza.

Para piorar o diretor Michael J. Bassett, não consegue mostrar nenhum talento na condução dos atores, deixando tudo acontecer sem nenhum ritmo e os “coitados” dos atores são obrigados a “interpretar” um texto estranho que não faz o menor sentido.

Espantoso mesmo foi ver Malcolm McDowell dentro do projeto, ele aparece só para encher linguiça, se cortasse sua cena, não mudaria em nada o desenvolvimento da trama.

O preguiçoso roteiro consegue ir além, transformando o que seria um filme de terror em algo que nem se encontra classificação. Não é porque o filme apresenta figuras monstruosas e todo um cenário sombrio, que ele vai se tornar assustador, se a história que envolve tudo isso não for igualmente aterrorizante, o resultado é uma produção sem logica de existir.

Em resumo Silent Hill – Revelação é uma produção que deveria nem ter saído do papel, já que o seu resultado é patético. Um verdadeiro insulto para os fãs e para quem gosta de cinema. Não vale a pena nem esperar para ver na TV. Dica de amigo, passe bem longe disso!

SILENT HILL02

DESTAQUE

Para a participação da revelação de Game of Thrones, Kit Harington.

SINOPSE

Heather Mason (Adelaide Clemens) e seu pai Harry (Sean Bean) estão sempre em fuga das perigosas forças demoníacas as quais não compreendem direito. Quando a garota está perto de completar 18 anos, ela passa a ter constantes pesadelos. O súbito desaparecimento de seu pai faz com que descubra que não é quem imagina ser. A revelação faz com que atravesse o portal rumo a Silent Hill, onde várias armadilhas foram montadas para que Heather fique presa na cidade para sempre.

ELENCO

[do action=”cast” descricao=”Adelaide Clemens (Heather Mason)” espaco=”x”]Adelaide Clemens[/do][do action=”cast” descricao=”Sean Bean (Harry Mason / Christopher)” espaco=”x”]Sean Bean[/do][do action=”cast” descricao=”Kit Harington (Vincent Carter)” espaco=”x”]Kit Harington[/do][do action=”cast” descricao=”Carrie-Anne Moss (Claudia Wolf)” espaco=”br”]Carrie-Anne Moss[/do]

DIREÇÃO

[do action=”cast” descricao=”Michael J. Bassett” espaco=”br”]Michael J[/do]

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Michael J. Bassett
Título Original: Silent Hill: Revelation 3D
Gênero: “terror”
Duração: 1h 34min
Ano de lançamento: 2013
Classificação etária: 16 Anos

TRAILER

zero

Comente pelo Facebook

8 Comentários

  1. Guilherme

    Cocha de retratos? oO

  2. tiagoasmett

    Cara esse filme é tao ruim, uma decepção, alem de estrear aqui no Brasil mil anos depois, a historia é muito clichê, nenhuma cena assusta, os personagens são muito sem graça, sempre odeio quando aparece personagem que só ta ali pra morrer. Mas fazer o que né MerdaWood, não ta mais sabendo fazer filmes

  3. cccc

    como sempre é só a opinião de alguém falando, gosto não se discute, tem gente que vai gostar, não é porque vc não gostou que os outros não possam ver e também dar sua opinião.

  4. Seu Zé

    Parece ser baseado no 3, que é a continuação do 1º

  5. Vagner

    Meu amigo, esse filme não é para os fãs de cinema, é para os fãs do jogo…. talvez você tenha se perdido na historia e no desenrolar do filme por não ter jogado essa maravilha… por isso escreveu tanta besteira.

  6. Augusto César

    Gostei sim do filme,é mais curto do que deveria,isso é verdade.Esse filme definitivamente foi para os fãs dos jogos,a história dentro da realidade cinematográfica conseguiu se apegar bem ao jogo.

  7. diego

    Pra mim o primeiro ja tinha saido horrivel pois nao seguiu fielmente a historia do jogo pois o primeiro jogo harry mason vai com sharon pra cidade e nem existia mais mae pq ja tinha morrido antes mesmo de irem para silent hill e no filme a m
    ae ta viva e ela q vai com sharon pra cidade nao tem o doutor kauffman

  8. TAYS

    Esse filme,NÃo tem nada a ver com o primeiro,deveria ser uma continuação DO 1,pq foi totalmente sem graça e sem noção