STAR WARS – OS ÚLTIMOS JEDI (Crítica)

Kadu Silva

Renovação de fato

No filme Star Wars: O Despertar da Força de 2015 muito foi dito de uma troca de bastão para os novatos, mesclando os veteranos com os jovens personagens, de fato isso ocorreu, mas a história foi mais uma homenagem a toda a saga que uma renovação do universo, já em Os últimos Jedi isso ocorre dentro do arco construído de forma muito bem elaborada por Rian Johnson (Looper: Assassinos do Futuro).

Na história, o Império de Kylo Ren (Adam Driver) se reorganiza para tentar acabar de uma vez com a Aliança Rebelde liderada pela general Leia (Carrie Fisher), enquanto a jovem Rey (Daisy Ridley) busca entender o poder da Força através dos ensinamentos de Luke Skywalker (Mark Hammil).

Para não soltar spoiler basicamente é essa a trama, que volta a fazer lindas e tocantes homenagens aos filmes anteriores, mescla ação de tirar o folego com momentos dramáticos extremamente bem conduzidos, mas apresenta alguns probleminhas, alguns arcos de personagens coadjuvantes são irrelevantes para o arco principal, certamente está lá só para mostrar a diversidade étnica do filme, existe também em alguns momentos diálogos muito verborrágicos dando a famosa barriga no andamento da trama, mas esses pequenos problemas não fazem do filme algo abaixo do esperado pelo contrário, é um filme que vai levar os fãs ao delírio.

STAR WARS - OS ÚLTIMOS JEDI (Crítica)

Rian Johnson mostrou muita habilidade em construir a trama a cada ato e envolvendo a plateia na guerra nas estrelas que tornou a saga esse fenômeno, tudo que se pode esperar lá está, personagens queridos e novos extremamente carismáticos, piadas no tom e na hora certa, e um desfecho apoteótico.

Além disso, todas cenas com Carrie Fisher (Mapas para as Estrelas) são tocantes, já que é o último filme, ela nos deixou a um ano vítima de problemas de apneia durante o sono, Johnson na medida do possível também tentou dar mais espaço para ela dentro da história.

Tecnicamente o filme é primoroso, os efeitos visuais são impecáveis, a direção de arte de encher os olhos, a trilha sonora forte, mas não supera antigos clássicos, o som é outro primor no filme, sem contar ainda a montagem que faz uma ligação pelo formato utilizado com os primeiros filmes da saga de George Lucas.

Vale ressaltar ainda que todo o elenco está excelente, mas a presença cênica de Daisy Ridley (Assassinato no Expresso do Oriente) é espetacular, ela rouba a cena sempre que está presente e seu carisma e força hipnotiza todos que estão assistindo, o futuro da saga está em ótimas mãos.

Star Wars – Os Últimos Jedi soube fazer homenagens e de fato dar o passo certo para a renovação da saga.

Pôster de divulgação: STAR WARS - OS ÚLTIMOS JEDI

Pôster de divulgação: STAR WARS – OS ÚLTIMOS JEDI

SINOPSE

Após encontrar o mítico e recluso Luke Skywalker (Mark Hammil) em uma ilha isolada, a jovem Rey (Daisy Ridley) busca entender o balanço da Força a partir dos ensinamentos do mestre jedi. Paralelamente, o Primeiro Império de Kylo Ren (Adam Driver) se reorganiza para enfrentar a Aliança Rebelde.

DIREÇÃO

[do action=”cast” descricao=”Rian Johnson” espaco=”br”]Rian Johnson[/do]

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Rian Johnson
Título Original: Star Wars: The Last Jedi
Gênero: Ficção Cientifica, Ação
Duração: 2h 32min
Classificação etária: 12 Anos
Lançamento: 14 de dezembro de 2018 (Brasil)

Comente pelo Facebook

1 Comentário

  1. Antonia Almeida

    É uma boa opção para uma tarde de filmes. Adorei está história, por que além das cenas cheias de efeitos especiais, realmente teve um roteiro decente, elemento que nem todos os filmes deste gênero tem. Eu gostei a participação de Justin Theroux, ele é um ator multifacetado e talentoso, seu trabalho de dublagem também é excelente, em Lego Ninjago foi ótimo. É um dos filmes mais divertidos que já vi. Recomendo que o veja em: https://br.hbomax.tv/movie/TTL612336/Lego-Ninjago-O-Filme é um filme para desfrutar. Gostei muito como se desenvolve a história, o roteiro é muito divertido para pequenos e grandes, em todo momento nos fazem rir. É um filme que sem importar o estado de animo em que você se encontre, irá lhe ajudar a relaxar um pouco.