TAL MÃE, TAL FILHA (Crítica)

Kadu Silva

Comédia francesa com cara de Hollywood

Em geral o cinema europeu e o argentino quando resolvem fazer comédias são os que mais saem do formatado hollywoodiano de ser, mas vira e mexe eles também acabam cedendo ao modelo e realizam obras que parecem ter saído das terras do tio Sam, Tal Mãe, Tal Filha é um exemplo de uma produção assim.

Essa comédia francesa apresenta Avril (Camille Cottin), uma mulher de 30 anos, casada, bem-sucedida na vida pessoal e profissional, o inverso de sua mãe, a tresloucada Mado (Juliette Binoche). Elas vivem juntas e a relação delas que nunca foi das mais tranquilas se torna insustentável quando mãe e filha ficam grávidas ao mesmo tempo.

O roteiro da também diretora Noémie Saglio (Beijei Uma Garota), é divertido, no entanto, se sustenta em situações clichês e até certo ponto previsíveis, pois seu formato é muito semelhante as comedias nacionais ou mesmo como já citadas as de Hollywood.

O arco dramático é formado por um recorte da vida dos personagens, aonde acontece algo que torna a relação deles complicadas, ambos se separam para pensar sobre o ocorrido e no final, voltam a viver juntos e felizes para sempre, a típica comedia “Sessão da Tarde”. É inegável que o texto de Saglio, acaba por colocar o filme num patamar um pouco acima da média dessas produções citadas e além disso, tem Juliette Binoche (O Paciente Inglês) completamente livre e apenas se divertindo em cena. Além disso, há que se destacar o fato do filme realmente ser engraçado, fato que nem sempre acontece em diversas comedias.

O filme não aprofunda em nada nos temas que são abordados, tudo é mostrado de forma superficial e leve. É o filme para esquecer do cérebro em casa e ir para o cinema para se divertido e nisso ele funciona muito bem. A produção é filmada de forma impecável, a montagem é excelente, sabe dá ritmo a narrativa e a trilha sonora é um caso à parte, deliciosamente bem selecionada.

Tal Mãe, Tal Filha acerta no seu principal objetivo, que é arrancar risos da plateia.

Pôster de divulgação: TAL MÃE, TAL FILHA

Pôster de divulgação: TAL MÃE, TAL FILHA

SINOPSE

Avril (Camille Cottin) é uma mulher de 30 anos, bem-sucedida com sua vida e carreira, que é completamente o oposto de sua mãe, Mado (Juliette Binoche), que é super dependente e mora com a filha desde que se divorciou. A relação das duas, que nunca foi das melhores, fica ainda mais complicada quando, por um azar do destino, mãe e filha ficam grávidas ao mesmo tempo.

DIREÇÃO

  • Noémie Saglio Noémie Saglio

  • FICHA TÉCNICA

    Roteiro: Noémie Saglio
    Título Original: Telle Mère, Telle Fille
    Gênero: Comédia dramática
    Duração: 1h 34min
    Classificação etária: 14 Anos
    Lançamento: 20 de julho de 2017 (Brasil)

    Comente pelo Facebook

    1 Comentário