TED (Crítica)

TED

Bom, mas poderia ser melhor!

Eu sempre estou ressaltando a falta de criatividade dos roteiristas norte americanos, mas dessa vez tenho que dar a mão a palmatória, a ideia de Ted é simplesmente genial, desconstruir a imagem da pureza do ursinho de pelúcia numa comédia para adultos é uma ótima sacada. Por essa e por outras que esperava muito do filme, que infelizmente perdeu a chance de ser uma obra brilhante.

E a trama é simples, na noite de natal o pequeno John, faz um pedido para o Papai Noel: que seu ursinho de pelúcia, o Ted, ganhe vida e seja seu amigo eternamente, para a surpresa do garoto o ursinho ganha a vida e eles crescem juntos, mas Ted com a idade se torna mal humorado, e cheio de manias. Assim John (Mark Wahlberg) já adulto se vê no dilema de escolher entre seu amigo de infância ou o namoro com Lori (Mila Kunis).

O roteirista, diretor e dublador de Ted, Seth MacFarlane, utiliza todo sua bagagem de outras comédias repletas de humor negro para criar esse longa. E o humor aparece principalmente em estilo stand up presente em grande parte nos diálogos do ursinho que não poupa ninguém nas piadas racistas, homofóbicas e de caráter religioso. (Há se isso fosse feito por Rafinha Bastos, seria linchado em praça pública aqui no Brasil).

Mas MacFarlane, talvez querendo ampliar o universo que domina, erra em não focar somente na comédia e busca elementos dramáticos que não faz sentido principalmente devido ao desfecho escolhido por ele. A todo momento a sensação é que vamos ver uma história que vai apresentar um enrede bem interessante, do homem que não quer crescer, mas fica só na intenção, infelizmente!

Mas quando faz o que sabe bem, é capaz de piadas maravilhosas e de referencias ótimas, levando o espectador ao riso fácil. Nesse ponto também acho que as referencias são muito locais, para quem não lê e se informa dos acontecimentos mundiais com certeza irá ficar boiando em algumas piadas.

Sem contar, que algumas situações, a apelação pelo bizarro se torna incomoda, tirando a graça e se tornando patética, lembrando as famosas comédias besteirol americanas, que ao meu ver não tinha necessidade dentro da trama. Um exemplo disso é a dança de Giovanni Ribisi num determinado momento do filme, sem menor sentido ou importância para o filme.

Um dos pontos muito satirizado e usando nas piadas durante o longa-metragem é sobre produções cinematográficas, boas e ruim. Essa uma boa ideia, mas que algumas pessoas também não irão entender se não conhecerem um pouco do que está sendo dito.

TED02

O diretor também erra em abusar de clichês na narrativa, o que confere a película uma previsibilidade. Até poderia dizer que em comédias nesse estilo não faz diferença, mas pela trama escolhida isso não se mostra ideal.

Entre seus destaques positivos temos a computação gráfica impressa no ursinho, que é perfeita, em alguns momentos parece que de fato é um ursinho com vida, pelos movimentos naturais e pela interação bem sincronizada com os atores.

E o elenco também é outra boa surpresa, Mark Wahlberg, talvez uma escolha arriscada para o papel, mostra um lado seu, mais leve e divertido e se sai perfeitamente bem, além disso consegue uma química ideal com o Ted e Mila Kunis, que também é outro grande destaque num papel pequeno, mas que ela sabe levar muito bem.

Mesmo não acertando em tudo, MacFarlane consegue trazer para o cinema algo no mínimo interessante, despertando a curiosidade de todos pela proposta. Só por isso, o filme sai na frente, e merece ser conferido. Boas risadas com certeza você terá.

DESTAQUES

Para a trilha sonora que mantém o estilo divertido e alto astral do filme;

E para produção do filme que encontrou um garoto idêntico ao Wahlberg quando pequeno, realmente impressiona.

SINOPSE

É Natal e o pequeno John tem apenas um pedido a fazer ao Papai Noel: que seu ursinho de pelúcia, Ted, ganhe vida. O garoto fica surpreso ao perceber que seu pedido foi atendido e logo eles se tornam grandes amigos. John e Ted crescem juntos e o urso de pelúcia se torna bastante mal humorado com a idade. Já adulto, John (Mark Wahlberg) precisa decidir entre manter a amizade de infância ou o namoro com Lori Collins (Mila Kunis).

TED01

ELENCO

[do action=”cast” descricao=”Mark Wahlberg (John)” espaco=”x”]01 Mark Wahlberg[/do][do action=”cast” descricao=” Mila Kunis (Lori)” espaco=”x”]02 Mila Kunis[/do][do action=”cast” descricao=” Aedin Mincks (Robert)” espaco=”x”]03 Aedin Mincks[/do][do action=”cast” descricao=”Patrick Warburton (Guy)” espaco=”br”]05 Patrick Warburton[/do]

DIREÇÃO

[do action=”cast” descricao=”Seth MacFarlane” espaco=”br”]Seth MacFarlane[/do]

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Seth MacFarlane
Título Original: Ted
Gênero: Comédia
Duração: 1h 38min
Ano de lançamento: 2012

TRAILER

3estrelas

Comente pelo Facebook