BLING RING – A GANGUE DE HOLLYWOOD (Crítica)

blingring_cartaz_alta

4emeio

Por Guilherme Pulga

Sofia Coppola, Louboutins e Cleptomania

THE BLING RING02

Sofia Coppola tem um estilo muito próprio em contar histórias, sempre optando por narrar vidas incompletas e o cotidiano de personagens consistentes, esse é o caso do seu mais novo filme The Bling Ring – A Gangue de Hollywood. Devo confessar que eu realmente não esperava que o filme tomasse tal rumo, – se dependesse da Sofia Coppola o final seria outro – mas por ser baseado numa história real houve uma limitação.

Sofia Coppola tomou como base o caso que ficou conhecido como Os Suspeitos Usavam Louboutins, um grupo de jovens que invadiam e furtavam casas de celebridades em Hollywood. Com ajuda da jornalista Nancy Jo Sales, Sofia pôde articular um roteiro muito bem descrito e de ritmo intenso.

O interessante foi a escolha do elenco, todos eles são desconhecidos, com exceção a Emma Watson. Por se inspirar em pessoas reais, há um espelhamento maior do público com desconhecidos, afinal, poderia ser qualquer um. Em The Bling Ring, Sofia Coppola relata o fato e o intimo de cada personagem, respondendo todas as motivações dos jovens até o final do filme.

THE BLING RING01

Outro ponto importante é o voyeurismo no filme, um recurso muito utilizado no “Virgens Suicidas” da mesma diretora Sofia Coppola. Ao assumir o ponto de vista das câmeras de vigilância, vemos o grupo invadindo as casas e nos induzindo a pensar que eles serão pegos a qualquer instante.

Esse sentimento é constante. É surpreendente como a inocência dos ladrões os torna inconsequentes. Um momento crucial disso é quando o protagonista Marc e sua amiga Rebecca invadem uma casa composta por vidro, e a câmera apenas observa de longe eles entrarem e saírem.

Já na reta final do filme, The Bling Ring perde um pouco seu ritmo. A ausência de trilha e das cores faz com que a duração se prolongue. O olhar da câmera se vai além dos acontecimentos, sendo que a plateia já viu o suficiente.

Numa concepção vaga, The Bling Ring não teria como agradar. Entretanto, Sofia Coppola mantém o gosto pela solidão e pela farsa da película. O glamour Hollywoodiano projetado além da tela mostra o quão perdido e fútil é a vida daqueles que o desejam. Um filme divertido, no mínimo…

THE BLING RING03

SINOPSE

Nicki (Emma Watson), Marc (Israel Broussard), Rebecca (Katie Chang). Sam (Taissa Farmiga) e Chloe (Claire Julian), entre outros jovens de Los Angeles têm em comum uma vida meio vazia, de pais ausentes, como Laurie (Leslie Mann), mãe de Nicki, que não tem a menor noção do que as filhas estão fazendo nas ruas, durante o dia e, pior, durante a noite. Fascinados pelo mundo glamuroso das celebridades das revistas, como Paris Hilton, e artistas como Kirsten Dunst, o grupo começa a fazer pequenos assaltos na casa dessas pessoas, quando descobrem que entrar nas residências deles não é nada difícil. Cada vez mais empolgados com “os ganhos”, o volume dos saques desperta a atenção das autoridades, que decidem dar um basta nos crimes dessa garotada sem limites. Baseado em fatos reais.

DIREÇÃO

[do action=”cast” descricao=”Sofia Coppola” espaco=”br”]Sofia Coppola[/do]

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Sofia Coppola
Título Original: The Bling Ring
Gênero: Drama, Comedia
Duração: 1h 31min
Ano de lançamento: 2013
Classificação etária: 16 Anos

TRAILER

Comente pelo Facebook