TOP 10 MELHORES FILMES DE JOHNNY DEPP

Johnny

Por Davi Gonçalves

Você, leitor, que acompanha o CCine10 sabe que o artista da vez é nosso querido e multifacetado Johnny Depp.

Bonito, charmoso, rico e com muitos outros adjetivos, o ator se consagrou em uma carreira de sucesso, através de seus tipos excêntricos – transformando o artista em um camaleão ambulante.

Para homenagear o ator, o CCine10 separou os 10 melhores filmes da carreira de Depp – que estão listado abaixo por ordem cronológica. Com uma extensa filmografia, nossa missão em selecionar esses filmes não foi nem um pouco fácil. Confira os títulos:

Edward Mãos de Tesoura (1990, Tim Burton)

Edward Maos de Tesoura

Primeiro filme de uma longa parceria com o cineasta Johnny Depp, Edward – Mãos de Tesoura é, como dizem alguns, um conto de fadas moderno. Na história, somos apresentados a uma criatura que possui tesouras no lugar das mãos – o que acaba lhe causando sérios problemas quando deixa seu recluso castelo para viver em uma conservadora cidade.

Gilbert Grape – Aprendiz de Sonhador (1993, Lasse Hallström)

Gilbert Grape

Um dos melhores filmes da década de 90 (e que rendeu a primeira indicação ao Oscar para Leonardo DiCaprio – aqui, como ator coadjuvante), Gilbert Grape é a história de um adolescente que, após a morte do pai, carrega a responsabilidade de cuidar de sua família problemática (a irmã rebelde, a mãe obesa, o irmão deficiente mental). A chegada de uma forasteira, no entanto, dará ao adolescente a possibilidade de escolher pela primeira vez os rumos de sua vida.

Ed Wood (1994, Tim Burton)

Ed Wood

Provavelmente, um dos melhores filmes de Tim Burton, Ed Wood é cinebiografia homônima daquele que foi considerado “o pior diretor de todos os tempos”. O filme narra a trajetória do cineasta desde suas tentativas frustradas de criar obras primas até sua pequena “glória”, quando dirigiu o filme pelo qual seria imortalizado.

Dead Man (1995, Jim Jarmusch)

Dead Man

Dead Man não é um filme fácil nem para muitos. Road movie comovente, Dead Man é a história de William Blake, que viaja para longínquas terras do oeste americano e, gravemente ferido, encontra um nativo chamado “Ninguém”, que acredita firmemente que Blake é um poeta. Filme recheado de clichês existencialistas e espirituais, Dead Man é um verdadeiro marco do gênero.

Donnie Brasco (1997, Mike Newell)

Donnie Brasco

Donnie Brasco é a adaptação da história real de Joseph D. Joe Pistone, um policial que na década de 70 usou o codinome Donnie Brasco para infiltrar na máfia. Lá, ele conhece um criminoso mais velho (no caso, o excelente Al Pacino), com quem cria uma amizade que coloca sua missão em risco.

Medo e Delírio (1998, Terry Gilliam)

Medo e Delirio

Baseado na obra de Hunter S. Thompson, a história é simples: enviados para cobrir uma corrida de motos no deserto, u jornalista e seu advogado acabam parando em uma cidade onde o uso de drogas é constante – e as confusões e loucuras também. Vale lembrar que, anos mais tarde, Depp trabalharia novamente com Terry Gilliam (em O Mundo Imaginário do Doutor Parnassus) e também em uma obra de Thompson (Diário de um Jornalista Bêbado).

Profissão de Risco (2001, Ted Demme)

Profissao de Risco

Trata-se da cinebiografia de George Jung, traficante que durante cerca de duas décadas foi um dos principais nomes ligados ao tráfico de drogas nos EUA e contato principal do país com os principais cartéis colombianos.

Piratas do Caribe – A Maldição do Pérola Negra (2003, Gore Verbinski)

Piratas do Caribe

Muita gente pode discordar, mas não podia faltar nessa lista o primeiro filme da saga Piratas do Caribe – que imortalizou Depp em um dos papéis queridos da história do cinema: o icônico pirata Jack Sparrow. O papel foi muito bem recebido pelo público e pela crítica que praticamente já é associado ao ator – e lhe rendeu ainda uma indicação ao Oscar.

Em Busca da Terra do Nunca (2004, Marc Forster)

Em Busca da Terra do Nunca

Com muito menos maquiagem que em muitos de seus outros títulos, Johnny Depp recebeu mais uma indicação ao Oscar de melhor ator com o sensível e mágico Em Busca da Terra do Nunca, onde o ator vive o bem sucedido dramaturgo J. M. Barrie que, após um fortuito encontro com uma viúva e seus quatro filhos, encontra inspiração para criar aquela que seria sua obra prima: a história de Peter Pan.

Sweeney Todd – O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet (2007, Tim Burton)

Sweeney Todd

Mais uma parceria com Tim Burton, aqui Johnny Depp vive o protagonista desta adaptação de um espetáculo da Broadway. No musical, Depp é um barbeiro que, após passar quinze anos na cadeia injustamente, decide voltar a Londres para se vingar do homem que destruiu sua vida. Lembrando que Depp já havia mostrado seus dotes vocais em Cry-Baby (filme de John Waters de 1990).

Gostou da nossa lista?! Sentiu falta de algum filme? Contribua com o nosso site indicando filmes que poderiam compor uma segunda lista.

Comente pelo Facebook

4 Comentários

  1. Carter

    Faltou Cry Baby uma de suas primeiras obras

  2. Sofia

    Faltou a Fábrica de Chocolate 🙁

  3. Gizele Barbosa

    Gosto muito tambem de: o bravo, porque choram os homens, a lenda do cavaleiro sem cabeça.

  4. tv online ao vivo

    Maravilhosa bens de você, cara. Tenho entender suas coisas
    anterior para e você está simplesmente extremamente magnífica .
    Eu realmente como o que tens comprou aqui, realmente como o que és dizendo e a melhor
    maneira pelo qual diz. Você faz – agradável e ainda
    cuidar para permanecer -inteligente . Eu consigo
    esperar para ler longe mais de você. Isto é realmente um tremenda
    web site.