Tudo por um Pop Star (Crítica)

Kadu Silva

Versão romantizada do universo teen

Thalita Rebouças é a autora teen de maior sucesso da atualidade, tanto é que Tudo por um Pop Star já é o terceiro livro que vira filme, e é só o começo, suas obras literárias terão muitos outros longas-metragens vindos por ai.

Nesse longa, Gabi (Maísa Silva), Ritinha (Mel Maia) e Manu (Klara Castanho) são apaixonadas pela banda Slavabody Disco Disco Boys e quando a banda vem pela primeira vez ao Brasil, elas não movem esforços para ir no show dos meninos.

O roteiro de estreia de Thalita Rebouças segue a cartinha romantizada completamente utópica do que seria a vida de adolescentes brasileiros classe media, apesar desse lugar fantasioso, a obra acaba fazendo ressonância no imaginário de adolescentes que idealizam um mundo mágico e perfeito.

Thalita divide sua história em três atos bem definidos, reforçando assim um desfecho completamente previsível, mas ao mesmo tempo, ela encontra especo para usar do drama emocional da relação das três garotas em alguns plot twist ao longa da narrativa, fato esse pode levar as lágrimas alguns espectadores.

Tudo por um Pop Star (Crítica)

E Thalita não se limitou apenas em roteirizar seu próprio livro, ela também compôs musicas originais, fez ponta como atriz e escalou todo o elenco do filme, ou seja, é um projeto totalmente dela.

O elenco por sinal acaba contribuindo para fazer do filme uma obra carismática, todos conseguem entregar um desempenho adequado para seus personagens e emprestar o talento e seu encanto pessoal ao papel.

O diretor Bruno Garotti (Eu Fico Loko), apenas em seu segundo longa-metragem faz uma condução burocrática e repleta de clichês, ainda que possa para alguns soar ruim é muito adequado para a proposta escolhida para a produção.

Infelizmente os dilemas que o filme coloca em pauta são tratados de forma superficiais e pior que isso, são mostradas ideias equivocadas que pode ativar em adolescentes desejos perigosos, como se pendurar numa janela de um hotel amarrado por apenas lençóis, tudo para ficar perto de seu ídolo. Apesar disso, a mensagem da amizade verdadeira é algo que é mostrada de forma sensível e muito encantadora no arco dramático.

Apesar da falta de um pouco de pé no chão em meio a tanta fantasia, Tudo por um Pop Star consegue se comunicar muito bem com seu publico alvo.

Pôster de divulgação: Tudo por um Pop Star

Pôster de divulgação: Tudo por um Pop Star

SINOPSE

A banda pop masculina Slavabody Disco Disco Boys, febre entre as mocinhas de todo o Brasil, anuncia que irá tocar no Rio de Janeiro. Fãs de carteirinha do grupo, as adolescentes e melhores amigas Gabi (Maísa Silva), Manu (Klara Castanho) e Ritinha (Mel Maia) farão de tudo para que seus pais deixem que elas saiam da cidade em que moram e vão assistir ao show do grupo.

DIREÇÃO

Bruno Garotti Bruno Garotti

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Thalita Rebouças
Título Original: Tudo por um Pop Star
Gênero: Comédia , Romance
Duração: 1h 37min
Classificação etária: Livre
Lançamento: 11 de outubro de 2018 (Brasil)

Comente pelo Facebook