ÚLTIMA VIAGEM A VEGAS (Crítica)

ULTIMA VIAGEM A VEGAS

2estrelas

Por Pedro Vieira

ULTIMA VIAGEM A VEGAS02

É difícil assistir a “Última Viagem a Vegas” (Last Vegas) e não se lembrar do primeiro “Se Beber Não Case”. O enredo de início é praticamente o mesmo do filme de 2009: um grupo de quatro amigos vai até Las Vegas comemorar a despedida de solteiro de um deles, com a diferença de que aqui os protagonistas já chegaram à melhor idade.

Robert De Niro, Morgan Freeman e Kevin Kline interpretam respectivamente Paddy, Archie e Sam, amigos desde a infância de Billy, papel de Michael Douglas, o noivo da trama. Durante a despedida de Billy, eles tentam provar para si mesmos que ainda podem aproveitar a vida, e ao mesmo tempo reconstruir o laço de amizade que os unia tempos atrás e que se perdeu pelos anos.

Apesar de serem grandes nomes da indústria, a química entre os quatro atores está bem mista. Freeman e Kline estão ótimos, se unindo para formar uma boa dupla e conseguindo roubar a cena com as melhores saídas cômicas. Já Douglas e De Niro, apesar de todos os seus esforços, acabam não convencendo o espectador, pois eles se entregam a personagens de pouco carisma e se colocam em situações um tanto quanto constrangedoras e nem um pouco divertidas – como esquecer a sequência em que um homem de sunga fica se esfregando em De Niro?

ULTIMA VIAGEM A VEGAS03

Isso se dá em partes porque os personagens de ambos possuem tramas à parte que se embrulham em uma série de clichês e não trazem nenhuma surpresa. Não que o mesmo não ocorra com Freeman e Kline, mas acontece que com esses dois as coisas ficam mais naturais, enquanto De Niro e Douglas estão presos em um enredo altamente circular e sem graça. Aqui o filme sai muito prejudicado, pois é justamente o fato de um se apaixonar pela mulher do outro o ponto principalmente para o desenvolvimento da trama de amizade.

Detalhe que o roteiro, é claro, não deixa de fazer piadas com a terceira idade e seus problemas. Isso fica até legal, principalmente no início, quando o timing das tais piadas está muito bom (ele se perde do meio para o final, se confundido com as sequências mais dramáticas), mas estereotipa um pouco o público alvo do filme com seus exageros, de forma que algumas passagens poderiam ser evitadas.

Mas em partes, chega a ser um pouco duvidoso quem é realmente o público alvo desse filme. Trata-se de uma história com aparente apelo aos mais velhos, porém, o que se vê são várias referências à cultura pop atual, que se misturam um momento ou outro com músicas e celebridades da década de 80 – o que não faz sentido, pois os protagonistas teoricamente passaram pela sua juventude na década de 50, e seria muito mais concreto se o filme trouxesse muito mais elementos dessa época para a tela. Tem se assim há uma falha que pode fazer com que o longa não agrade nenhuma das duas partes: os mais velhos se sentirão incomodados, enquanto os mais jovens poderão não se interessar pela trama.

Acontece, entretanto, que “Última Viagem a Vegas” não é de todo mau. Ele tem suas falhas sim, mas pode ser uma comédia relaxante para aqueles que procuram algo mais despretensioso.

ULTIMA VIAGEM A VEGAS04

A estreia aconteceu no dia 6 de dezembro.

SINOPSE

Três grandes amigos vão à cidade de Las Vegas para a despedida de solteiro de um quarto amigo do grupo, um solteirão convicto que decidiu se casar com uma garota muito mais jovem.

DIREÇÃO

[do action=”cast” descricao=”Jon Turteltaub” espaco=”br”]Jon Turteltaub[/do]

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Adam Brooks e Dan Fogelman
Título Original: Last Vegas
Gênero: Comedia
Duração: 1h 45min
Ano de lançamento: 2013
Classificação etária: 12 anos

TRAILER

Comente pelo Facebook

1 Comentário

  1. Carmen Arroyo Flores

    Obrigado pela crítica, eu ri muito com esse filme. Quando vi o elenco de Despedida em grande estilo, automaticamente escrevi nos filmes que deveria ver porque o elenco é realmente de grande qualidade, ancho que é umo dos mais divertidos filmes com Morgan Freeman é um dos meus preferidos, por que sempre leva o seu personagem ao nível mais alto da interpretação, seu trabalho é dos melhores. Eu ri muito