UM DIA (Crítica)

UM DIA

3estrelas

FICHA TÉCNICA

Título Original: One Day
Ano do lançamento: 2011
Produção: EUA
Gênero: Drama, Romance
Direção: Lone Scherfig
Roteiro: David Nicholls
Classificação etária: 12 Anos

Sinopse: Emma (Anne Hathaway) e Dexter (Jim Sturgees) se conheceram na faculdade, em 15 de julho. Esta data serve de base para acompanhar a vida deles ao longo de 20 anos. Neste período Emma enfrenta dificuldades para ser bem sucedida na carreira, enquanto que Dexter consegue sucesso fácil, tanto no trabalho quanto com as mulheres. A vida de ambos passa por várias outras pessoas, mas sempre está, de alguma forma, interligada.

Romance melodramático

UM DIA03

Não tenha dúvida que se trata de arte saber transformar um livro em um roteiro bem feito para filme. Ainda mais aqueles que parecem impossíveis de transmitir para tela, tal a magia que as palavras são capazes de criar em nossa imaginação.

Um dia é baseado no best seller homônimo do próprio roteirista David Nicholls e o que sinto é que ele não deveria ser transformado em filme, pois conseguir em 107 minutos mostrar uma relação de 20 anos é uma tarefa na fácil e como era de se esperar o resultado não saiu como gostaria os fãs do livro, acredito eu.

Para quem não leu o livro se trata da história de amor de Emma (Anne Hathaway) e Dexter (Jim Sturgees), que se conheceram na faculdade, em 15 de julho. Essa importante data serve como base para mostrar a relação deles durante 20 anos. Nesse período acontece altos e baixos na vida de ambos, encontram parceiros, mas as circunstancias acaba sempre deixando eles juntos, e sempre pautado pela da 15 de julho ano a ano.

Não posso negar que ao ver o pôster de divulgação achei que Lone Scherfig criaria um universo romântico e dramático nos moldes de Namorados para sempre, mas o que vemos nesse filme é uma mistura de comédia romântica com romance melodramático típico de Hollywood.

UM DIA01

Apesar da dificuldade de mostrar tal relação o desenvolvimento dos personagens é bem feito por Scherfig, muito ajudado pela escolha dos protagonistas. O que se torna falho em certo ponto é a escolha pela dramatização excessiva do romance.

Eu diria que o principal acerto é a passagem do tempo que apesar de ser cronologicamente exposta se torna fundamental e de grande relevância, visto que o ponto crucial da relação deles é o inicio dessa jornada que vamos acompanhar.

O requinte na produção também salta aos olhos, tanto pelas belíssimas locações como pelo bom gosto de figurino, direção de arte e ai por diante, mas nem isso consegue dar fazer do filme o que se esperava.

Como já citei Anne Hathaway e Jim Sturgess apresentam uma química incrível juntos e conseguem dar para cada personagem uma caracterização muito forte e marcante.

Mesmo com seus erros, Um dia é daqueles filmes que deixam uma lição incrível, viva o presente, pois não tem melhor forma de ser feliz.

O Ccine recomenda pois mesmo não se tornando uma obra sensacional é um bom filme, que além de ter seus encantos devido a boa história, faz pensar.

UM DIA02

TRAILER

Comente pelo Facebook