A Rota Selvagem (Crítica)

Kadu Silva

O ciclo da vida

A vida é feita de ciclos, por vezes estamos no auge e em outros vários momentos estamos em baixa, foi exatamente para mostrar que tudo é passageiro na vida que o diretor e roteirista Andrew Haigh (Weekend), narra a história do jovem Charley (Charlie Plummer), no filme A Rota Selvagem.

Charley é um garoto de 16 anos que vive com seu pai solteiro em Portalnd, Oregon. O garoto consegue um emprego como treinador de cavalos e acaba fazendo uma improvável amizade com um velho cavalo chamado Pete. Devido à idade do animal que não vence mais as corridas, Charley senti o risco de perdê-lo e resolve tomar atitudes extremas para proteger seu amigo.

O roteiro usa da estrutura do road movie para narrar a trajetória de amadurecimento forçado desse garoto, sem muitos diálogos e com usa da contemplação, vamos acompanhando essa tentativa do protagonista de encontrar algo muito importante para ele.

A Rota Selvagem (Crítica)

Mesmo com esse tom mais intimista e com narrativa lenta e ainda assim muito cativante, o filme soa em muitos momentos um longa típico da “Sessão da Tarde” só que com requinte elevado pelas escolhas narrativas e do acabamento estético.

Charlie Plummer (Todo o Dinheiro do Mundo) que está em quase totalidade em cena carrega bem a história desse garoto, por vezes atônito ao que passa com ele e muitas vezes valente e determinado em conquistar seu objetivo, essa certa contradição natural à idade da qual ele representa é muito bem mostrada pelo ator, que rapidamente consegue a empatia da plateia, fazendo com que nos identifiquemos e torcemos por ele.

A Rota Selvagem consegue ser delicado e cativante mesmo tocando em assuntos espinhosos e o mais interessante, consegue com sua história nos fazer pensar sobre a nossa vida e suas mudanças repentinas de trajetória.

Pôster de divulgação: A Rota Selvagem

Pôster de divulgação: A Rota Selvagem

SINOPSE

Charley (Charlie Plummer) é um menino de 15 anos que vive com o pai solteiro em Portland, Oregon. Na procura pela tia desaparecida há muitos anos, Charley consegue um emprego de verão como treinador de cavalos e acaba fazendo amizade com um cavalo de corrida chamado Lean on Pete.

DIREÇÃO

Andrew Haigh Andrew Haigh

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Andrew Haigh
Título Original: Lean On Pete
Gênero: Drama
Duração: 2h 2min
Classificação etária: 14 Anos
Lançamento: 15 de novembro de 2018 (Brasil)

Comente pelo Facebook