CISNE NEGRO (Crítica)

CISNE NEGRO

5estrelas

FICHA TÉCNICA

Título Original: Black Swan
Ano do lançamento: 2010
Produção: EUA
Gênero: Drama
Direção: Darren Aronofsky
Roteiro: John J. McLaughlin, Andres Heinz e Mark Heyman

Sinopse: Beth MacIntyre (Winona Ryder), a primeira bailarina de uma companhia, está prestes a se aposentar. O posto fica com Nina (Natalie Portman), mas ela possui sérios problemas pessoais, especialmente com sua mãe (Barbara Hershey). Pressionada por Thomas Leroy (Vincent Cassel), um exigente diretor artístico, ela passa a enxergar uma concorrência desleal vindo de suas colegas, em especial Lilly (Mila Kunis). Em meio a tudo isso, busca a perfeição nos ensaios para o maior desafio de sua carreira: interpretar a Rainha Cisne em uma adaptação de “O Lago dos Cisnes”.

Por Kadu Silva

Um espetáculo para aplaudir de pé

CISNE NEGRO03

O filme indicado ao Oscar 2011 mais comentado naquele ano, sem dúvida foi Cisne Negro, afinal ele realmente tem um encanto que qualquer pessoa que o vê, quer expor sua opinião, recomendar para outra pessoa, enfim. Tudo isso ocorre porque é um verdadeiro espetáculo em forma de filme (literalmente).

Cisne Negro contém todos os ingredientes de uma obra perfeita, direção criativa, roteiro inteligente, elenco em perfeita harmonia, fotografia belíssima, trilha sonora genial e tudo mais que compõem um excelente filme.

O diretor Darren Aronofsky como um mestre nos leva a compartilhar o mundo psicótico da bailarina Nina de forma fantástica, usando uma delicadeza para contar a história que se torna marcante. As soluções encontradas para misturar o real do imaginário são dignas de todos os aplausos e fica impossível se tornar imune a seu estado cada vez mais louco.

A obra prima conta com um elenco afinadíssimo, todos sem exceção fazendo de seus papeis um marco, o mais impressionante sem dúvida é Natalie Portman que faz o filme de sua vida, misturando sensibilidade e fúria na medida certa e no tom exato, é uma atuação maravilhosa. A atuação de Portman valeu a ela o Oscar de melhor atriz, além de vários outros prêmios.

CISNE NEGRO02

Além de tudo isso o acabamento técnico impressiona, se você já estudou cinema ou tentou fazer alguma produção vai se impressionar, como aconteceu comigo. Cada detalhe é realizado com o maior cuidado para na tela a sensação ser de que você está lá vivenciando cada momento da Nina. A câmera de Aronofsky nos coloca “dentro” da alma da bailarina Nina, quase podemos sentir cada sensação dela.

Vale destacar a emblemática cena em que Nina se transforma em Cisne Negro, é sem dúvida um marco do cinema contemporâneo, um espetáculo visual que já estou para a história da sétima arte.

Antes de terminar, vou só abrir um parênteses. Um crítico americano empolgadíssimo ao ver Cisne Negro o comparou ao “Clube da Luta”. Sim. Ele tem uma ideia que lembra o foco da produção de David Fincher, mas o desenrolar da historia é diferente. Só estou citando isso porque achei curiosa essa semelhança e quando assisti ao filme, fiquei tentando encontrar paralelos. Bom, foi só um parênteses.

Cisne Negro é um estudo psicológico marcante em busca da perfeição, feito de forma poética e sensível. Um filme imperdível!

CISNE NEGRO01

PRÊMIOS

OSCAR
Ganhou: Melhor Atriz – Natalie Portman

Indicações: Melhor Filme, Melhor Diretor – Darren Aronofsky, Melhor Fotografia e Melhor Edição

GLOBO DE OURO
Ganhou: Melhor Atriz – Drama – Natalie Portman

Indicações: Melhor Filme – Drama, Melhor Diretor – Darren Aronofsky e Melhor Atriz Coadjuvante – Mila Kunis

BAFTA
Ganhou: Melhor Atriz – Natalie Portman

Indicações: Melhor Filme, Melhor Diretor – Darren Aronofsky, Melhor Atriz Coadjuvante – Barbara Hershey, Melhor Fotografia, Melhor Figurino, Melhor Maquiagem, Melhor Edição, Melhor Desenho de Produção, Melhor Roteiro Original e Melhor Som

INDEPENDENT SPIRIT AWARDS
Ganhou: Melhor Filme, Melhor Diretor – Darren Aronofsky, Melhor Atriz – Natalie Portman e Melhor Fotografia

TRAILER

Comente pelo Facebook

1 Comentário

  1. Adriana

    Gostei muito desse site!