OS SUSPEITOS (Crítica)

POSTERBR_OS_SUSPEITOS

5estrelas

Por Kadu Silva

Uma avalanche de emoções

OS SUSPEITOS02

No ano de 2010, o canadense Danis Villeneuve chamou atenção do mundo com o SENSACIONAL filme Incêndios (imperdível para quem gosta de cinema de qualidade), não demorou e Danis faz sua estreia em hollywood, com o eletrizante Os Suspeitos. Filme que apesar de ter toda a estrutura comercial (popular) não sucumbiu às características que deram fama ao diretor, por isso está sendo considerado um dos grandes longas do ano por muitos especialistas.

A história é clichê, aqui já vemos a ousadia de Danis em aceitar o convite para contar uma trama que já foi milhões de vezes mostradas no cinema.

Em Boston, no dia de ação de graça, duas famílias se reúnem para celebrar a data, mas as filhas mais novas dos casais resolvem ir brincar do lado de fora da casa, e misteriosamente acabam sumindo, o único suspeito é um rapaz que estava conduzindo um trailer velho e que estava parado perto da casa um tempo antes do sumiço.

Como citei é uma trama simples, mas têm dois diferenciais, que transformam a produção em algo bem superior a maioria dos suspenses atuais, a primeira é na forma peculiar da direção de Danis (explicarei mais a frente) e o roteiro que é brilhante, sem furos. Um roteiro que não subestima o espectador, e dá provas evidentes do desfecho da história a todo tempo e ainda assim consegue surpreender.

O roteiro é de Aaron Guzikowski (Contrabando), um quase estreante, que soube desenvolver com grande destreza a personalidade de cada personagem e sua importância na trama. Conseguiu também manter durante duas horas e meia o clima de suspense, devido principalmente as pontuais reviravoltas que surpreendem em agregar e não “encher linguiça” na narrativa.

É evidente que o suspense surge na tela pela condução “precisa” de Danis, que opta por uma direção mais autoral, madura, onde não existe presa para o desenrolar dos fatos, e onde tudo que parece, pode se mostrar falso ao longa da projeção.

OS SUSPEITOS03

Danis manipula o espectador num verdadeiro mix de sensações, já que existe além da trama principal, desenrolares paralelos que inflama ainda mais a discussão sobre o tema, temos os pais “pressionados” pela moral ética e religiosa sobre a condução dos atos diante do caso, temos o investidor jovem que se mostra obcecado pelo caso, o levando a meter os pés pelas mãos, enfim, como citei é tensão do inicio ao último frame (não é exagero, você vai suspirar na única tocada de câmera, acredite!).

E se não bastasse tudo isso ainda temos um elenco INSPIRADÍSSIMO, alguns em seus melhores momentos no cinema. Vou destacar três que merecem menção honrosa pelo que vemos em tela. Jake Gyllenhaal o investigador na trama, compõem sem exageros seu personagem – mesmo sendo um homem obcecado pelo que entende ser o correto, o ator não deixa cair no caricato. Se ele não tivesse esquecido em alguns momentos de manter um tique de piscar os olhos (perfeito para aumentar ainda mais a agonia do personagem), seria uma atuação irretocável.

O pouco popular Paul Dano é outro que realiza mais uma vez, um trabalho brilhante, a forma como ele cria o personagem é de tirar o chapéu, não sabemos se sentimos odeio ou dó, a fina mudança no tom no decorrer da narrativa é de arrepiar.

Mas sem dúvida o grande destaque é Hugh Jackman, saindo completamente da zona de conforto, o ator se entrega completamente no drama, realizando cenas dignas de Oscar, acredito que seu nome deva estar entre os indicados da próxima edição. Sem medo de errar é a melhor e mais brilhante atuação dele no cinema.

Os Suspeitos além dessa série de predicados a seu favor, ainda serve como um grande alerta sobre a infeliz estatística de desaparecidos que acontecem no Brasil e no mundo é sem dúvida, mais um dos imperdíveis que entram em cartaz.

OS SUSPEITOS01

DESTAQUE

Para Danis Villeneuve, esse jovem diretor, tem dado sinais, mais uma vez em Os Suspeitos, que pode entrar logo, logo, para o seleto hall dos cineastas mais importantes do cinema, fiquem de olho.

SINOPSE

Em Boston, um pai de família deve lidar com o desaparecimento de sua filha e de um amigo dela. Quando suspeita que o detetive encarregado das buscas já desistiu de procurar pelo culpado, este pai desesperado começa a desconfiar de todas as pessoas ao redor. Fazendo sua própria investigação, ele encontra o principal suspeito e decide sequestrá-lo.

ELENCO

[do action=”cast” descricao=”Hugh Jackman (Keller Dover)” espaco=”x”]Hugh Jackman[/do][do action=”cast” descricao=”Jake Gyllenhaal (Detetive Loki)” espaco=”x”]Jake Gyllenhaal[/do][do action=”cast” descricao=”Viola Davis (Nancy Birch)” espaco=”x”]Viola Davis[/do][do action=”cast” descricao=”Paul Dano (Alex Jones)” espaco=”br”]Paul Dano[/do]

DIREÇÃO

[do action=”cast” descricao=”Denis Villeneuve” espaco=”br”]Denis Villeneuve[/do]

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Aaron Guzikowski
Título Original: Prisoners
Gênero: Suspense
Duração: 2h 33min
Ano de lançamento: 2013
Classificação etária: 14 anos

TRAILER

Comente pelo Facebook