PERMANÊNCIA (Crítica) | Mostra SP

Permanencia

4emeio

Por Kadu Silva

Um close em “marcas” do passado

Permanencia01

Sei que os fãs da obra irão querer me matar, quando lerem isso, mas o filme Permanência é feito para poucos, sua linguagem e o tom lento da narrativa não tem o viés popular. É um filme autoral de um diretor estreante em longas-metragens, mas isso não faz do filme algo ruim, pelo contrario, só restringe que sua mensagem seja recebida por mais pessoas.

A trama do longa é sobre Ivo (Irandhir Santos), um fotográfico pernambucano, que está em São Paulo para inauguração de sua exposição. Na capital paulista Ivo se hospeda na casa de sua ex-namorada Rita (Rita Carelli), que agora é casada. O que seria apenas um reencontro casual, acaba por reacender sentimentos antigos que nenhum dos dois gostariam de lembrar.

O roteiro é baseado no curta-metragem Décimo Segundo de 2007, de Leonardo Lacca, que também tinha Irandhir Santos e Rita Carelli como protagonistas. Nele Leonardo coloca toda a atenção num momento de uma relação entre duas pessoas, ele convida o espectador a sentir o fato, o agora. Não sabemos quase nada de Ivo e Rita, a intenção é observar e perceber que algo além do que é dito aconteceu entre eles.

A escolha sensível e deliciosa é um presente, que infelizmente poucos irão perceber e querer sentir, já que foge do padrão que estamos acostumados a consumir.

Permanencia02

Leonardo narra aquele reencontro utilizando de simbologias durante toda a projeção, seja do close em máquinas perfeitamente em ação ou do quase aromático preparo do café sendo coado em detalhes.

Vemos entre Rita e Ivo o incomodo de estarem perto, e ainda assim não poderem se entregar ao que estão sentindo, e o desconforto se torna sufocante quando o marido de Rita está presente. No entanto o reencontro ressalta que o atual relacionamento de Rita, parece não estar muito saudável, não existe química entre ela e o marido, bem diferente do que acontece com Ivo. Ainda assim ambos sabem que o momento deles já se foi, é um capitulo do passado.

Quem já teve o privilegio de viver um verdadeiro amor, sabe o que é rever alguém que você amou, anos depois. As diversas lembranças que isso trás no seu emocional e como todo o acontecimento reacende certos desejos, até então quietos. E é exatamente sobre isso, e somente sobre isso que o filme fala.

Irandhir Santos e Rita Carelli estão soberbos em seus papeis, principalmente na cena inicial, que é um show de interpretação de ambos, só por esta cena, já valeria assistir o filme.

Sensível e deliciado o filme Permanência é um raro exemplo de como é possível contar um fato sem que se tenha o conhecimento completo dos envolvidos na ação e ainda assim conseguir comover quem está assistindo.

Permanencia03

SINOPSE

Ivo (Irandhir Santos) é um fotografo pernambucano que viaja a São Paulo para fazer sua primeira exposição individual. Para isso, ele decide se hospedar na casa de sua ex-namorada, hoje casada com outro homem.

DIREÇÃO

[do action=”cast” descricao=”Leonardo Lacca” espaco=”br”]Leonardo Lacca1[/do]

FICHA TÉCNICA

Roteiro: Leonardo Lacca
Título Original: Permanência
Gênero: Drama
Duração: 1h 25min
Ano de lançamento: 2014
Classificação etária: 14 Anos

TRAILER

Comente pelo Facebook

2 Comentários

  1. Alex Gonçalves

    Essa sinopse pertence ao filme “À Procura”.

    • Kadu Silva

      Obrigado Alex! Sinopse alterada.